Não é segredo nenhum que a região vaginal é hiper sensível. Cheio de complexidade e sensibilidade, o órgão genital feminino necessita de atenção e certos cuidados específicos para evitar irritações, corrimentos, infecções, entre outras coisas.  É bem comum situações do dia a dia que podem prejudicar sua vagina e você nem está sabendo. Fique atenta e se previna.

Problemas vaginais podem acabar interferindo na sua #Saúde física, mental e em sua vida sexual

Erros que cometemos sem perceber

1) COMPARTILHAR O SABONETE: O sabonete é uma ferramenta primordial à higiene. O hábito errado que muitos tem, é compartilhá-lo. Quando você compartilha seu sabonete, lembre-se que está compartilhando as bactérias também.

Publicidade
Publicidade

A opção mais segura, é comprá-lo em sua forma líquida. Desse modo você pode estar compartilhando sem medo. O ideal para lavar seu órgão genital, são aqueles sabonetes íntimos. Mas não exagere na limpeza!

2) USO DE CREMES DEPILATÓRIOS: Se você acha mais prático e indolor realizar a depilação da região íntima com cremes depilatórios, pare imediatamente. A longo prazo eles podem causar sérias alergias, além de serem invasivos demais. Quando se trata de depilar, a melhor opção é a clássica cera.

3) LAVAR A REGIÃO COM ESPONJAS: Por mais que usar esponjas de banho tragam uma sensação de limpeza profunda, evite-as. Jamais fique esfregando demais sua região genital. O ideal é usar somente as mãos quando for realizar a limpeza de sua 'Gina'.

4) PASSAR O PAPEL HIGIÊNICO DE TRÁS PRA FRENTE: Esse movimento só faz com que as bactérias que estão na região do ânus, passem para sua vagina, podendo causar sérias infecções. 

5) VESTIR ROUPAS APERTADAS: O uso de calças ou calcinhas muito justas acabam abafando o local, dando espaço para a proliferação de bactérias e fungos.

Publicidade

6) TER RELAÇÕES SEXUAIS SEM LUBRIFICAÇÃO: Fique atenta em como está a lubrificação de sua vagina na hora do sexo. Uma penetração seca além de incomodar e causar muita dor na hora da relação, pode deixar sérias consequências em sua parede vaginal. Caso a lubrificação natural não esteja sendo muito promissora, opte por produtos lubrificantes específicos.

7) GREVE DE SEXO: Não fazer muito sexo pode ser prejudicial a saúde de sua vagina. Isso porque o sexo auxilia na lubrificação vaginal, além de ajudar com a elasticidade da mesma. 

Agora que você já tem conhecimento dessas coisas, se previna e compartilhe o conhecimento com suas amigas.     #Dicas