Expelir nossos gases é uma necessidade fisiológica de todos os seres vivos. Se ficamos sem "peidar" ou "arrotar", podemos desenvolver diversos problemas agudos de saúde como peritonite, por exemplo. Na antiga Roma, até veneravam deuses do peido, Perfidus e o Flatus, foi daí que surgiu o nome cientifico "flatulência" para o ato de peidar. Mas nos dias de hoje muitos tratam como uma falta de educação e respeito, o que não passa de uma natural e imprescindível manifestação orgânica. Portanto, até aquela garota linda e bem educada que você conheceu dias atrás, peida tanto quanto você. 

O que pode diferir de uma pessoa para outra é o nível do mau cheiro que esse organismo pode produzir na hora de liberar os gases.

Publicidade
Publicidade

Pensando nisso, um #estudo sobre peidos foi realizado na Austrália por um renomado grupo de cientistas da Universidade de Monash. Se você morre de vergonha e medo de soltar um peido em público, esse estudo não te ajudará a zerar esse risco, mas te dará algumas dicas importantes para reduzir o sulfeto de hidrogênio, responsável pelo fedor.

Para chegar no resultado final do estudo, cientistas não precisaram ficar cheirando o pum uns dos outros após comerem vários alimentos diferentes. Eles analisaram a composição das fezes de sete voluntários saudáveis. Parte desses voluntários tinham a alimentação rica em proteínas animais (ovos, leite, carne), o restante ingeriam em sua dieta uma quantidade maior de carboidratos (cereais, pães) e fibras (legumes, frutas, vegetais).

Já sabendo que o composto específico para tornarem os gases mais fétidos é o sulfeto de hidrogênio, os cientistas focaram o estudo em distinguir quais dietas produziam mais essa substância.

Publicidade

Nas fezes dos participantes que ingeriam mais proteínas, a concentração de sulfeto de hidrogênio era sete vezes maior do que aqueles que tinham como base de sua alimentação os carboidratos. Já a turma das fibras produziam 75% menos que os viciados em proteína.

Não é que o indivíduo que come só carboidratos e fibras vai parar de peidar, na verdade, eles produzem muito mais gases devido a fermentação desses alimentos no seu intestino. Só que esses peidos não fedem tanto pois as fibras dificultam a produção do fedorento sulfeto de hidrogênio absorvendo a água do seu intestino.       #pesquisa #Ciência