O #Sedentarismo é caracterizado como a falta ou a diminuição da atividade física. Para o indivíduo ser considerado sedentário deve ser avaliado o quanto ele gasta de energia durante a realização de atividades ocupacionais. Para afirmar que uma pessoa é sedentária ela deve possuir um gasto calórico em atividades físicas, no trabalho e no lazer inferior a 1000 kcal por semana. Uma pessoa sedentária não realiza habitualmente atividade física com intensidade suficiente, volume e frequência adequada para o desenvolvimento da aptidão física. Devido a essa inatividade física proporcionada pelo conforto da vida moderna, onde o ser humano adota cada vez mais a lei do menor esforço, reduzindo assim o consumo energético de seu corpo.

Publicidade
Publicidade

Em decorrência dessa inatividade física o indivíduo está mais susceptível a desenvolver patologias, pois um estilo de vida fisicamente inativo representa um fator de risco para o aparecimento de doenças como obesidade, hipertensão arterial alta, diabetes mellitus tipo 2, aumento do colesterol e principalmente o surgimento de doenças ligadas ao sistema cardiovascular. O aparecimento de todas essas doenças se tornou uma questão social preocupante e segundo os resultados da pesquisa nacional de saúde a tendência é aumentar, se uma medida preventiva não for adotada. Pois, o estudo realizou um levantamento de dados do IBGE no ano de 2013 e apontou que quase metade da população adulta no #Brasil é sedentária (46%). Com os níveis do sedentarismo bastante elevado, ela se tornou uma questão importante de saúde pública, e muito tem se trabalhado para encontrar a melhor forma de acabar ou diminuir a quantidade de indivíduos sedentários.

Publicidade

Através do incentivo, estimulo e conscientização da adoção de práticas de atividades físicas e mudanças de hábitos. O indivíduo inativo fisicamente pode começar por aderir pequenas práticas de mudanças no seu comportamento, pois essas pequenas ações podem fazer muita diferença e ser essenciais para que o indivíduo inicie uma vida ativa. Por exemplo: começar a dar preferência por subir escadas, e não usar o elevador, ou usar quando for caso de urgência. A pessoa sedentária pode também optar em ir a pé ao supermercado, dessa forma se exercitando mais. Pois essas são pequenas iniciativas que podem contribuir para que o indivíduo adote uma vida mais ativa. 

Benefícios da atividade física

Os benefícios para saúde são muitos e vão desde benefícios psicológicos, fisiológicos como sociais. Alguns listados são: a melhora do prazer e bem estar do indivíduo; a melhora da funcionalidade do organismo e de todo os seus sistemas; a estabilização da glicose sanguínea, a redução dos níveis de triglicerídeos se a prática estiver aliada a uma alimentação saudável; a contribuição para uma melhora da condição cardíaca e respiratória.

Publicidade

A atividade física é também uma grande aliada no tratamento de ordem psicológica, a adoção da prática amplia as relações sociais, contribuindo para formação de novas amizades e integração social de várias faixas etárias. 

É importante ressaltar que antes de iniciar uma atividade física é importante realizar uma avaliação médica. Uma boa dica para o indivíduo sedentário é começar praticando a atividade física por 20 minutos, depois passar a praticar três vezes por semana, durante duas semanas. E posteriormente na terceira semana, aumentar para 30 minutos por dia, quatro vezes por semana. Outra dica valiosa é usar roupas e calçados adequados que proporcionem conforto e proteção. Caso o indivíduo apresente algum problema de saúde durante a realização da atividade física, deverá procurar imediatamente orientação médica e de profissionais capacitados. #Atividadefísica