O diabetes é uma doença ocasionada pelo demasiado consumo de açúcar e também outros fatores propiciam o desenvolvimento do mesmo, como a questão hereditária, dividido pois em dois graus, o grau 1 (desenvolvido por questões genéticas), e o grau 2 (que ocorre em pessoas com hábitos não saudáveis). Atualmente o número de diabéticos no Brasil e no mundo têm se tornado assustador, e esse número cresce cada dia mais. São cerca de 16 milhões somente no país, sendo dados de pessoas diagnosticadas, mas muitos não sabem que possuem a doença. 

O #Diabetes pode acarretar sérios danos a #Saúde como a cegueira. A cegueira é denominada como retinopatia diabética acomete cerca de 40% das pessoas que possuem diabetes, o número que é considerado alto, usando como base o número de pessoas que sofrem com essa doença atualmente. 

Pesquisadores da Unicamp, estudam a doença há mais de 20 anos e recentemente descobriram um colírio que pode parar o desenvolvimento da retinopatia diabética, os testes já foram realizados em ratos e foi um sucesso, inclusive tendo o benefício de nenhuma reação adversa do esperado.

Publicidade
Publicidade

O segundo passo agora é fazer o teste com humanos, mas para isso o laboratório precisa de suporte e apoio, tendo em vista que deve haver grandes investimentos em estrutura, desenvolvimento do colírio e também na realização das pesquisas. 

Sem dúvidas, é um grande avanço para a medicina brasileira e espera-se que indústrias farmacêuticas tenham o interesse nesse medicamento, que apesar de estar ainda em fase de teste é uma grande esperança para aqueles que perdem diariamente um bem tão precioso: a visão. 

Veja alguns sintomas do diabetes: 

Diabetes tipo 1 (aquele adquirido por questões genéticas):

-Perda de peso;

-Ânsia de vômito;

-Mudança de humor repentina; 

-Fome constante; 

-Vontade frequente de usar o banheiro (urinar);

Diabetes tipo 2 (aquele adquirido ao longo da vida, por sedentarismo e má alimentação.

Publicidade

É considerado uma doença silenciosa e não apresenta muitos sintomas):

-Alteração na visão;

-Má cicatrização;

-Dormência nos pés; 

-Constantes infecções; 

-Aparecimento de furúnculos.