De acordo com matéria publicada pelo site Mirror, do Reino Unido, especialistas afirmam que a ingestão forçada de líquidos, sem o organismo estar desidratado, pode ser algo bastante prejudicial para a #Saúde – chegando até, em casos extremos, a ser fatal.

Claro que a manutenção da hidratação é muito importante, mas beber líquidos em excesso, segundo um novo estudo, pode acabar ativando um processo no cérebro conhecido como "inibição da proteção de deglutição", que eventualmente leva à chamada intoxicação por água.

Parece algo muito estranho, mas uma pessoa realmente pode morrer se ingerir líquidos em grande quantidade. Segundo o Mirror, isso acontece porque o excesso de água no organismo pode causar hiponatremia, que é redução drástica dos níveis de sódio na corrente sanguínea.

Publicidade
Publicidade

Quando este quadro está presente, uma pessoa pode sofrer náuseas, letargia, convulsões, coma e até mesmo morte.

Ingerir o necessário

Michael Farrell, da Universidade de Monash, localizada em Melbourne, Austrália, e que auxiliou na pesquisa, afirmou na notícia veiculada pelo Mirror que se dermos ao nosso corpo aquilo que o organismo exige – ou seja, ingerir líquidos quando se tem sede –, estamos fazendo o processo do jeito certo, não sendo necessária, de forma alguma, a elaboração de um programa de hidratação diário.

O pesquisador ressaltou que já houve casos de maratonistas profissionais que morreram por beberem muita água enquanto competiam, pois forneceram ao organismo muito mais líquido do que era necessário.

De acordo com o Mirror, o estudo conduzido por Farrell e seus colegas envolveu a participação de voluntários que ingeriram água sob duas condições diferentes: logo após praticarem exercícios físicos (quando sentiam sede), e no final do dia, quando não sentiam sede alguma.

Publicidade

Em ambas as situações, foi utilizado apenas um software de imagem para medir a atividade cerebral, que revelou que as pessoas mostraram sinais consideráveis de esforço ao ingerir o líquido sem estarem com vontade.

Além disso, as imagens mostraram que a quantidade desnecessária de água ingerida acabou afetando o cérebro, e é neste cenário que a inibição de deglutição pode ocorrer, reduzindo perigosamente os níveis de sódio no organismo. #Dicas