Quem tem criança pequena em casa sabe o quanto é difícil quando eles ficam doentinhos, pior ainda quando isso acontece com frequência. Crianças que frequentam escolas e creches tendem a ter ainda mais episódios de gripes, resfriados, tosses e as famosas viroses, sem contar em tantas outras doenças comuns a essas fase da vida.

Na maioria dos casos, são doenças transmitidas pelo contato, por saliva ou vias aéreas. Por isso, acaba sendo tão comum entre as crianças de menor faixa etária, pois nessa fase eles se mantem em contato físico constante, levam as mãos e os objetos frequentemente à boca o que contribue para o aumento da incidência de doenças.

Publicidade
Publicidade

Levando essas informações em conta, é importante lembrar, que a  parceria entre a escola e os pais é fundamental. Abaixo você poderá contar com uma pequena, mas eficiente ações que você poderá tomar para tornar a imunidade do seu filho mais eficiente.

ALIMENTAÇÃO -  Alimentar-se corretamente é, sem dúvidas, a melhor alternativa para preparar o organismo  para os desafios e doenças do dia a dia. Evite alimentos industrializados, ricos em conservantes e corantes. Prefira alimentos orgânicos e integrais. Insira na alimentação das crianças, a maior variedade possível de frutas, verduras e legumes. 

Dica  -  Proponha que ao menos experimente diferentes alimentos,substitua alimentos que ele não gostar por outros que goste e que apresentem o mesmo ou similar efeito nutricional. Crie pratos divertidos e coloridos.

Publicidade

Cozinhe legumes no feijão, carne e arroz, dessa forma, os nutrientes e vitaminas estarão presentes na alimentação, mesmo que ele não tenha consciência disso.

HIGIENE - Grande parte das doenças virais e bacterianas, são transmitidas por contato, saliva e vias respiratórias, então, é fundamental, que as crianças aprendam a lavar as mãos todas as vezes que forem ao banheiro, antes de comer e sempre que for necessário. O uso do álcool em Gel e dos sabonetes antibacterianos podem ser mais um aliado contra as doenças infectocontagiosas. A higiene também é extremamente importante no preparo dos alimentos. Lave as mãos antes de começar a preparar as refeições, lave bem as verduras, frutas e legumes, escolha carnes frescas e de procedência garantida e prepare-os bem cozidos para evitar a ingestão de micro organismos.

VACINAÇÃO - O Brasil conta com um grande número de vacinas disponíveis principalmente para as crianças, assim, mantenha a vacinação dos pequenos sempre atualizadas. É importante levar as crianças para vacinar nas datas corretas para dar força extra ao sistema imunológico.

Publicidade

Em alguns casos, a criança pode contrair uma das doenças pela qual foi vacinado, mas a doença será provavelmente mais branda e a recuperação mais rápida. 

ATIVIDADES FÍSICAS - Correr, pular, jogar bola entre outras, são atividades que aumentam o número de células exterminadoras naturais, segundo pesquisa realizada por Ranjit Chandra, imunologista pediátrico da Universidade Memorial de Newfoundland, no Canadá. Se forem realizadas ao ar livre, ainda fortalecerá e desenvolverá ossos e músculos, além de ajudar o organismo a ativar a vitamina D. Vale lembrar, no entanto, que os melhores horários para expor-se ao sol é antes das 10 horas e depois das 16 horas. A aplicação de protetor solar é fundamental, para deixar a brincadeira ainda mais saudável.

HIDRATAÇÃO - Tão importante ou até mais, para livrar-se das doenças é manter o corpo hidratado. Mas além da água e sucos de frutas, você pode fortalecer a imunidade do seu filho, prevenindo doenças, mantendo também suas vias aéreas hidratadas. O nariz é a primeira linha de defesa do sistema respiratório contra a entrada de agentes agressores, suas funções podem ser afetadas devido a poluição atmosféricas, portanto indica-se que as vias aéreas sejam lavadas com a mesma frequência que escovamos os dente. Pode ser feito com soro fisiológico em embalagem de conta gotas ou spray e umidificadores de ambiente.

Com essas dicas, certamente você terá noites mais calmas e saudáveis. #Maternidade #Saúde