Sabe-se que o corpo humano é algo muito frágil e que requer uma série de cuidados para que se possa ter uma boa qualidade de vida e consequentemente viver mais. Alguns hábitos fazem com que o corpo suporte menos coisas, podemos citar entre eles, o consumo de comidas gordurosas em excesso, doces em excesso, uso de drogas, cigarros e o demasiado consumo de álcool

Estudos recentes comprovam que o consumo de álcool com muita frequência pode causar sérios danos a #Saúde e as consequências podem atingir praticamente todos os órgãos do corpo humano. O mesmo é um grande causador de mortes hoje no mundo, seja por doenças, seja por acidentes provocados por embriaguez ao volante, etc.

Publicidade
Publicidade

Diante disso selecionamos alguns dos problemas que pode acarretar o consumo de álcool de forma imoderada, segue a lista:

1- O álcool pode estar associado a câncer de boca; 

2- Pode também causar câncer de mama; 

3- Câncer de esôfago;

4- Câncer no fígado;

5- Câncer no cólon; 

6- Câncer no intestino;

7- Garganta. 

Além de câncer, o álcool pode gerar outros tipos de doenças e problemas, como: impotência sexual, demência, cirrose, gastrite, entre outros. 

Assim é necessário que o consumo de álcool não seja muito constante, pois em pequenas doses ele pode ser até benéfico a saúde, estudos já apontam que o consumo de uma taça de vinho por dia garante uma vida mais saudável e mais longa, mas tudo deve ser devidamente moderado. Governos de alguns países já lutam para que os frascos de bebidas venham alertando os perigos que ela pode causar a vida e a saúde, assim como já se conseguiu essa ampla divulgação com o cigarro que também é um grande causador de câncer, e outros problemas que se assemelham aos que o álcool pode gerar. 

É necessário a ampla divulgação para a conscientização de que ingeri-lo em excesso provocará danos, que podem ser num futuro não tão distante.

Publicidade

É imprescindível ressaltar essas informações, tendo em vista que a legislação brasileira só proíbe o consumo de álcool para menores de 18 anos, e para algumas pessoas ele é tido como algo que não acarreta nenhum problema, mas a realidade é diferente.  #informação