Toda mulher sabe, ou pelo menos deveria saber, que nem toda pílula contraceptiva que serve para sua melhor amiga, é a mais conveniente para você. As pessoas deviam saber que cada organismo reage de uma maneira diferente a um determinado tipo de remédio e na área da #Saúde, comparações são ilusórias. Quando se trata de anticoncepcionais é pior ainda e por isso um médico deve ser consultado para saber qual a melhor pílula que se encaixa com a sua saúde clínica, idade, peso e vida sexual, combinado?

Se você não pensa em ter filhos nos próximos 3 a 5 anos, pois pretende se estabilizar financeiramente, ou porque ainda não se acha pronta para a maternidade ou por qualquer outro motivo, você tem duas boas e seguras opções.

Publicidade
Publicidade

A primeira é um implante subcutâneo que libera uma dose de hormônios na corrente sanguínea mensalmente e tem duração de até cinco anos. A segunda opção é o DIU que é colocado no útero e é um método bastante eficaz.

Caso você seja daquelas que se esquece de tomar a pílula constantemente ou não gosta de tomar contraceptivose já passou inúmeros apertos por causa disso, o método mais indicado para você é o anel contraceptivo que é inserido pela própria mulher na vagina ficando lá por 21 dias e retirado assim que for menstruar. O anel libera hormônios que impedem a fecundação. Outra opção são os contraceptivos injetáveis que podem ser mensais ou trimestrais. Lembrando que todos os métodos já citados são totalmente seguros e não alteram o ciclo menstrual ou a libido.

Agora se você é daquelas que tem alguma sensibilidade ao estrogênio, for fumante ou hipertensa, a melhor indicação são os métodos livres desse hormônio.

Publicidade

As opções oferecidas são os implantes cutâneos, injetáveis o DIU, por exemplo. Se você estiver amamentando ou viaja muito a trabalho, as melhores opções de contracepção são o DIU (dispositivo intrauterino) ou implante subcutâneo. Vale ressaltar que todos os métodos são totalmente reversíveis e podem ser suspensos a qualquer momento caso a mulher deseje aumentar ser mãe e ter filho(s). #Dicas