Boa parte das mulheres sofre muito com a TPM, todos os meses, quando aparecem diversos sintomas, tais como cólica, vontade de chorar, ansiedade, insônia, fome em excesso, entre outros. Porém, quando a cólica exerce dores muito forte, as quais deixam a pessoa sem força para fazer qualquer tipo de coisa, é um sinal bem claro da #Doença silenciosa que afeta a maior parte das mulheres: a endometriose.

Essa doença tem como principais características: afetar as trompas, bexiga, intestino e diversas áreas próximas, chegando até os pulmões. 

Todas as mulheres apresentam um endométrio que tem como função principal fazer com que as mulheres possam engravidar.

Publicidade
Publicidade

Após cada ciclo menstrual, ele cresce gradativamente, proporcionando uma maior chance de gravidez.

A doença pode afetar indivíduos do sexo feminino em diferentes fases da vida, desde a adolescência, visto que a #Mulher já apresenta um período fértil, até a fase adulta, variando de 15 a 45 anos de idade. De acordo com pesquisas, aproximadamente 6 milhões de mulheres são afetadas pela #Endometriose.

Além disso, boa parte das mulheres não difere os sintomas. Neste caso, a doença se manifesta desde a adolescência, portanto só são descobertas, na maioria das vezes, na fase adulta. Segundo o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, 70% das adolescentes sofrem com dores crônicas e não procuram um médico qualificado para tratar com medicamentos, o que acaba resultando na doença silenciosa.

Publicidade

No entanto, quem é diagnosticado com esta patologia não poderá engravidar futuramente, na sua fase adulta. Isso gera muita angústia nas mulheres e principalmente no seu parceiro.

A recomendação necessária é simples e direta: as meninas devem se consultar rotineiramente com seus respectivos ginecologistas, mantendo uma relação amigável e sempre esclarecendo dúvidas, mesmo que ainda sejam virgens, justamente para que não sejam prejudicadas no futuro.

A doença pode e deve ser combatida. Se for descoberta a tempo, pode ser tratada com eficiência.