Muitos de nós temos a mania de estalar algumas partes do corpo. Estima-se que cerca de cinquenta e quatro por cento das pessoas tenham essa mania. Dentro deste número, os homens são a maioria. No Brasil, por exemplo, você deve conhecer pelo menos uma pessoa que tem esse costume. Os dedos das mãos, dos pés, pescoço, punho e joelhos são as partes do corpo que as pessoas mais gostam de estalar.

Por outro lado, você já deve ter ouvido rumores de que estalar as partes do corpo causa problemas para as articulações e pode causar até mesmo pequenas lesões. Se alguém um dia já disse que estalar os dedos faz com que eles fiquem com aparência mais grossa, por mais estranho que pareça, acredite, é verdade.

Publicidade
Publicidade

Realizar movimentos muitos repetitivos em nossas articulações, pode enrijecer essas partes, deixando-as com aparência mais grossa.

Mas por que ouvimos um barulho quando estalamos os dedos? Isso acontece porque entre os ossos dos dedos existe um tecido conhecido como articulação, que contém um líquido dentro dele chamado de sinovial. O ruído surge porque quando estalamos os dedos, esse líquido se movimenta de forma violenta e isso gera essa espécie de som.

Você já percebeu que após estalar seus dedos, só é capaz de fazer isso novamente após um tempo? Esse é o tempo em que as juntas levam para voltarem ao normal. Alguns especialistas alertam que o ruído causado quando torcemos uma articulação pode ser artrose. Caso sinta dor, procure imediatamente um médico. A relação entre estalar os dedos e a artrite vem sendo discutida há anos, porém, quem já tem a doença geralmente estala os dedos com mais facilidade, mas sem ligação direta, quando se fala que isso faz mal à #Saúde.

Publicidade

Muitos estudos foram realizados na tentativa de descobrir os malefícios de se estalar os dedos, mas ainda não há nenhuma evidência que confirme isso.

A conclusão a que se chegou algumas pesquisas é de que estalar os dedos pode ser benéfico, trazendo sensação antiestresse, além de evitar atrofiamento das articulações. #Curiosidade #Mito