Grace Slaterry tem 32 anos e ela sempre sonhou em ser mãe. Desde que se lembra, a irlandesa sonha com a #Maternidade. Ao conhecer o seu marido, James, este sonho parecia ter ficado mais próximo da realidade.

Porém, Grace sofreu quatro perdas em quatro anos: ao longo de quatro #sonhos, esta mulher sofreu quatro abortos espontâneos.

Embora James sempre ficasse ao lado da esposa, ambos sofreram muito com estas perdas e cada vez mais eles perdiam a esperança de conseguirem construir uma família. Afinal de contas, a cada vez que Grace engravidava, surgiam novos planos, novos sonhos, nomes que escolhiam e uma ideia de futuro perfeita.

Publicidade
Publicidade

Até que chegava a notícia do aborto e os dois sofriam uma dor inexplicável.

Tal futuro parecia cada vez mais distante e os dois decidiram que a melhor decisão era desistir desse futuro.

Tudo mudou

Até que meses depois, Grace engravidou. Sem tratamento nenhum, ela conseguiu engravidar. E tem mais: ela estava grávida quadrigêmeos. É isso mesmo. Após 4 anos de 4 perdas, agora ela e o marido eram presenteados com quatro vidas.

Então, finalmente a dor deu lugar para felicidade e este casal estava mais feliz do que nunca. Novamente escolheram nomes, construíram planos, alimentaram sonhos e os pequenos nasceram. Nada de abortos desta vez.

Hoje, Grace é mãe de três meninas e um menino, todos saudáveis e felizes nessa família amorosa.  Esta mãezona se emociona ao dizer que quando ela e o marido tinham desistido, eles foram agraciados por essas crianças.

Publicidade

Grace encoraja todas as mulheres que desejam tornarem-se mães a nunca desistirem, já que agora ela acredita que tudo pode acontecer.

Seria um milagre? Não sabemos afirmar. Mas o fato é que Grace e James conseguiram construir uma família e hoje são pais de quatro crianças maravilhosas e saudáveis. O importante é acreditar que todos os desejos podem tornar-se realidade, basta acreditar e tentar.

E você, qual sua opinião? Você acredita que tudo é possível basta acreditar, conciliar e ir atrás de seus sonhos incessantemente? Deixe sua opinião! #gestação