Bia Rosito estava grávida de gêmeos e tinha tudo preparado para receber os dois #Bebês que estavam prestes a vir ao mundo. No momento do parto, essa mãe deu à luz a Tom e Daniel. Porém, com somente três semanas de vida, Tom apresentou uma doença chamada enterocolite necrosante, doença essa que Bia, até então, desconhecia.

Tom passou por nove cirurgias e diversas intervenções médicas. O pequeno não podia ingerir alimentos, já que não tinha intestino suficiente para absorver os nutrientes, fazendo com que ele pudesse se alimentar apenas pela veia. 

Em apenas 10 meses depois, Tom veio a falecer.

"Tom nunca saiu do hospital", desabafou Bia.

Ele fez da dor motivo para ajudar outras pessoas

A dor de Bia fez com que ela quisesse aprender mais sobre a enterocolite necrosante, assim ela poderia falar sobre a enfermidade com outras mães, com outros pais e com outros familiares, alertando-os sobre a doença.

Publicidade
Publicidade

Em um post na sua página do Facebook, Bia decidiu contar um pouco mais sobre a breve história de Tom, além de fazer um blog onde conta a sua experiência com seu filho no hospital. Tudo isso com uma linguagem simples para que todos possam entender sobre a doença.

No final das contas, Tom tornou-se motivação para que esse tema ganhasse divulgação. Com tal repercussão seria possível prevenir sobre a doença e ainda contribuir para a quebra de pré conceitos. 

"Como é tabu falar de morte. E da morte de uma criança então", escreveu Bia

A irmã de Bia, Simome Rosito, transformou a própria dor e a dor de sua #Família para construir o Instituto Pequenos Grandes Guerreiros, prestando assistência psicológica aos bebês com enterocolite necrosante e seus familiares. Além do mais, a ONG incentiva pesquisas para prevenir, diagnosticas e tratar a doença.

Publicidade

O instituto se propõe, ainda, a viabilizar o sucesso de transplantes multi-viscerais aqui no Brasil, já que até então estes transplantes só são viáveis no exterior e custam super caro.

Sobre enterocolite necrosante

Certamente você também nunca deve ter ouvido falar sobre enterocolite necrosante. De acordo com o manual MSD, "A enterocolite necrosante é uma doença pela qual a superfície interna do intestino sofre lesões e se inflama; no caso de ser grave, uma porção do mesmo pode morrer (necrosa-se), ocasionando perfuração intestinal e peritonite".

#gemeos