Para ódio dos adversários ingleses, o futebolista argentino Diego Armando Maradona disse que seu gol de mão na final da Copa do Mundo de 1986 tinha sido marcado com “la mano de Dios”, isto é, com a “mão de #deus”. Agora, em vez de decidir o destino dos times aqui na Terra, a mão de Deus foi vista no espaço.

Os cientistas da agência espacial norte-americana, #Nasa, conseguiram localizar uma gigantesca #nuvem de partículas com formato de mão a 17.000 anos-luz da Terra. A descoberta recebeu um apelido que não deixa nada a dever à sua exuberância: Hand of God, ou seja, Mão de Deus.

Na verdade, não é a primeira vez que cientistas enxergam, por assim dizer, partes de Deus no espaço.

Publicidade
Publicidade

Em 1992, o astrofísico George Smoot descreveu uma descoberta de que participara e que lançava uma nova luz sobre as origens do Universo como “enxergar a face de Deus”.

Segundo a NASA, a nuvem foi formada pelas partículas expelidas por uma estrela que explodiu. Por sua vez, a interação dessas partículas com os campos magnéticos vizinhos, teorizam os especialistas, leva à emissão de raios-X, que foram captados pelo telescópio espacial NuSTAR, lançado pela a agência norte-americana em 2012, e pelo observatório de raio-X Chandra, que a NASA lançou ainda no século passado, em 1999. Será que ela é uma nuvem ou ilusão de ótica? As dúvidas persistem.

Os cientistas debatem se a nuvem realmente tem forma de mão ou se trata-se de uma ilusão de ótica, e o brilho dos raios-X apenas a faz parecer assim.

Publicidade

"Não sabemos se a mão é uma ilusão", afirmou Hongjun An, pesquisador da Universidade McGill em Montreal, Canadá.    

Para aqueles inclinados a procurarem uma origem sobrenatural para a enorme "Mão de Deus" no espaço, os astrônomos lembram que ela é produto de fenômenos astronômicos naturais e que achar uma mão no espaço, na verdade, é um exemplo de pareidolia, o fenômeno que induz a reconhecer padrões em imagens e sons que não os possuem, geralmente levando a perceber formas familiares em imagens vagas ou aleatórias. Já viu rostos em montanhas ou cavalos em nuvens? Pois é, pareidolia é assim, tanto na Terra como no céu.