Um história inacreditável esta acontecendo em Lee, nos Estados Unidos, onde uma mãe vem causando grande polêmica com um processo contra o hospital onde sua filha, que se chama Matilda, nasceu.

A mulher garante que se os médios tivessem revelado os verdadeiros resultados de exames feitos em 2008, ela teria com toda a certeza abortado seu bebê. A filha de Amanda McGuinn nasceu com microcefalia, e ela vai processar o hospital.

A microcefalia ficou mundialmente conhecida depois de um enorme surto de zika, que fez vítimas por várias partes do mundo. A doença compromete o desenvolvimento da criança, e as sequelas começa ainda na gestação, quando o feto não se desenvolve normalmente.

Publicidade
Publicidade

O "efeito" mais conhecido é o tamanho da cabeça das crianças, menor que o normal.

Amanda e o pai de Matilda, Paul, levaram o caso para justiça, pois acreditam que os médicos responsáveis foram negligentes por não dizerem que sua filha sofria de microcefalia. O casal pede milhões de indenização, dinheiro esse que tem como objetivo compensar os gastos extras por conta da microcefalia.

O advogado do casal afirma que, se eles soubessem da "anormalidade" entre trinta ou trinta e cinco semanas de gestação, teriam tirado a bebê. O caso, inicialmente, foi arquivado na justiça, mas agora deve voltar a julgamento.

Surto de zika no Brasil

O vírus da zika causou um verdadeiro pânico entre as gestantes no Brasil. Hospitais ficaram lotados por vários dias, mas muitos casos não passaram de suspeitas. Outros foram confirmados e as mães foram orientadas adequadamente para cuidar de seus filhos que sofreriam com limitações e desenvolvimento ameaçado.

Publicidade

Antes da epidemia, no final de 2015 e inicio de 2016, a zika e a microcefalia se concentravam em casos isolados e desconhecidos, mas depois do surto ganhou a mídia e assustou com o grande número de infectados, mais de 1,5 milhão em um curto espaço de tempo.

A zika, aparentemente, foi controlada e, consequentemente, o número de bebês com a má formação também diminuiu. Será que já é possível afirmar o fim da doença?  #Zika Vírus