Muitos homens se recusam a usar o preservativo, alegando sentir desconforto e uma grande diminuição do prazer, durante o ato sexual. Pensando em oferecer mais benefícios para o homem durante a relação, o preservativo comum está prestes a sofrer algumas mudanças benéficas, principalmente em relação à sua forma. 

Inventado no século XX, o preservativo passou por poucas mudanças desde seu desenvolvimento, porém, a tecnologia avançada promete algo que realmente sempre foi desejado no mundo masculino: mais segurança na hora da relação sexual, dificultando que o preservativo estoure e também extremo conforto e satisfação sexual.

Publicidade
Publicidade

O novo design está sendo desenvolvido pela empresa sueca Lelo, e seu design moderno e sofisticado está sendo inspirado nas escamas das cobras, apresentando uma estrutura externa e interna em formato totalmente hexágono, oferecendo uma maior elasticidade, sensibilidade, segurança e aderência ao #sexo masculino. O mais interessante, nesse novo design, é que, mesmo ocorrendo furos no preservativo, o seu formato hexagonal permite a repreensão do orifício, fazendo com que o preservativo não rasgue totalmente, diferente do que encontramos no mercado atualmente. 

Essa mudança trará muitos benefícios durante a relação sexual, porém, a textura e cor do novo preservativo não passaram por mudanças bruscas. A única coisa que fará muita diferença na vida dos usuários é o preço, que não será nada flexível.

Publicidade

A embalagem que contém 36 preservativos e mais um creme de hidratação custará, aproximadamente, 245 reais, e esse preço não inclui o frete.

Mesmo com o preço alto, a empresa sueca, Lelo, garante que o preservativo é altamente confiável, eliminando as possibilidades de estouro ou furos que podem trazer uma gravidez indesejada. O fabricante também relata que o preservativo é altamente seguro quando o assunto é DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis). O produto passou por inúmeros testes, comprovando a sua eficiência e garantindo tranquilidade para os seus usuários. #Saúde