Na astronomia, superlua é denominada como lua cheia. Isto ocorre devido à órbita lunar apresentar uma estrutura elíptica e o seu centro não se chocar com o centro da terra.

Este caso foi registrado no Brasil e em alguns países do mundo, já estava previsto e sendo noticiado por grande parte da mídia e na internet. Foi algo maravilhoso e que deixou a população boquiaberta. 

A distância estipulada entre o satélite natural e a terra é de aproximadamente 364.687 km, exatamente no momento em que a lua coincidiu com o perigeu. Para quem não sabe, "perigeu" é nome específico dado para o ponto mais próximo que a lua atinge em relação ao planeta terra,

As imagens foram publicadas nas redes sociais e logo se espalharam por todas as partes.

Publicidade
Publicidade

A #Superlua foi avistada no Recife, em Manaus, São Paulo e até mesmo no Mato Grosso do Sul dentre diversas outras cidades.

 A última vez que havia sido registrado esse marco #histórico foi no dia 19 de março de 2011, 5 anos atrás.

Para a lua ser notada, temos que observá-la quando estiver localizada próximo ao horizonte, sendo assim, pode ser comparada com objetos pequenos, tais como árvores ou edifícios.

O ocorrido deste final de semana envolveu 2 raros fenômenos da natureza, que é a junção da super lua e a eclipse lunar, no qual se dá o nome de "Eclipe Superlua", de acordo com a notícia divulgada pelo programa Fantástico.

Belas e maravilhosas fotografias percorreram pelos sites, redes sociais e até mesmo no bate-papo, realmente foi algo para alegrar o final de semana dos brasileiros na presença deste fenômeno tão raro de acontecer.

Publicidade

Amigos se divertiram e puderam guardar de recordação as imagens para futuramente debater sobre o assunto, quem teve a oportunidade de tirar sua própria foto nunca esquecerá esse marco, visto que não existe previsão para ocorrer isso novamente, por enquanto.

Um vídeo foi divulgado na internet explicando melhor sobre o acontecimento desse raro fenômeno que aconteceu na noite deste domingo, confira abaixo a explicação feita pelo professor Marcos Calil:

#genial