O site Mirror, do Reino Unido, abordou em matéria publicada nesta segunda-feira, 31, uma estranha relação que existe entre o seu nariz e seu órgão sexual, independentemente do fato de você ser homem ou mulher.

Você já reparou que, ao longo do dia, uma de suas narinas fica levemente ou totalmente obstruída, enquanto que a outra permanece com a passagem do fluxo de ar normal, e, de uma hora para outra, a obstrução acaba se alternando, mesmo sem você estar doente?

Isso ocorre porque existe uma relação indissociável entre nariz e órgãos sexuais – mais especificamente, entre o tecido interno das narinas, do pênis e do clitóris.

Publicidade
Publicidade

A revelação foi feita, segundo o Mirror, pelo cientista australiano Karl Kruszelnicki, que afirmou em seu programa de rádio, chamado Triplej, que o tecido erétil do nariz está em um ciclo de constante de alternância entre os estados de repouso e inflação.

Respiração e olfato otimizados

O Mirror ressaltou que a obstrução e a liberação do fluxo de ar acontecem porque o organismo faz com que a carga de trabalho diária executada pelo nariz seja dividida - e isso não significa, de forma alguma, que o órgão esteja "excitado": apesar de o tecido que compõe a parte interna das narinas ser do mesmo tipo que aquele encontrado no pênis e no clitóris (possuidores da capacidade de expansão e contração), é controlado por um sistema completamente autônomo, que também é responsável pelo funcionamento de outras partes do corpo, como por exemplo, do sistema digestivo e do ritmo cardíaco.

Publicidade

Além de dar um "descanso" para as narinas, o processo permite que o sentido do olfato seja mais apurado: alguns odores são sentidos de uma forma melhor quando inalamos uma corrente de ar mais rápida, enquanto que outros são percebidos através de uma corrente mais lenta. Assim, a passagem de ar a velocidades diferentes pelo nariz aperfeiçoa a forma como sentimos os cheiros.

Adicionalmente, ainda de acordo com o Mirror, a alternância do congestionamento nasal impede que o interior das narinas acabe secando e rachando, e esta ação involuntária é mais perceptível quando estamos gripados ou resfriados, devido à inflamação causada por doenças respiratórias. #Curiosidades