O que a maioria das mulheres não sabe é que certas coisas que fazem diariamente podem contribuir para aquele cheirinho meio desagradável que começa a aparecer em suas zonas íntimas. Especialistas em ginecologia já afirmaram: cheirar a calcinha para conferir como anda o odor é um hábito super saudável que todas deveriam adotar.

Além de ser super chato para quem está por perto, esse problema pode se transformar em um grande inimigo das mulheres que o possuem. Sendo motivo tanto para frustração, como para vergonha também.

Algumas preferem evitar o assunto, e mesmo que notem algo diferente naquela região, optam por ignorar e fingir que está tudo bem.

Publicidade
Publicidade

O erro já começa aí. Quando você percebe que o odor está incomodando muito, o mais sensato é procurar um médico ginecologista logo no dia seguinte!

Nosso corpo emite certos sinais para demonstrar que não está bem, e a alteração do cheiro da vagina pode ser indício de algum problema de #Saúde perigoso. Desde de infecções como a doenças sexualmente transmissíveis.

Coisas que podem alterar o odor

1. Praticar exercícios físicos

A prática de exercícios físicos constantemente não altera o cheiro de maneira direta. O que acaba acontecendo é que a zona íntima possui certas glândulas sudoríparas que passam a ser estimuladas com a atividade física. Dessa forma o acúmulo de suor na região, se transforma naquele odorzinho desagradável.

2. Roupas justas

Você ficaria surpresa se soubesse o quanto de bactérias e fungos se proliferam em sua região íntima quando usa roupas justas.

Publicidade

O motivo é que o tecido quando é muito justo, passa a impedir a 'respiração' daquela área em questão.

3. Sabonete inadequado

Usar um sabonete que limpe demais ou que possua muitas substâncias químicas para construir uma fragrância especial, pode acabar causando irritações que você gostaria de evitar.

4. Absorvente diário

A propaganda que envolve os absorventes diários podem ser bem convincentes, mas o produto pode abafar toda a região. O resultado você já sabe: mais proliferação de fungos e bactérias. Então evite usá-lo todo dia!

5. Ducha vaginal

Lavar com a ducha aquele canal, pode ser arriscado. Além de alterar toda a região, a pressão da água pode ser responsável por causar micro-lesões. Como é sempre bom prevenir do que remediar, faça somente a higiene externa e deixe a parte interna quietinha. #Curiosidades