Kate Hill, uma mulher da Austrália, engravidou duas vezes na mesma gestação. Kate já vinha passando por um tratamento hormonal intenso, por sofrer de Síndrome do Ovário Policístico, mais conhecida como #SOP, em tentativa de conseguir engravidar, mas só depois de muito tempo veio a descoberta da gestação, e que seriam gêmeos.

O que tornou o caso surpreendente foi o fato de as duas gestações virem com 10 dias de diferença, quando um novo óvulo foi fecundado. O sêmen se manteve vivo durante dez dias para fertilização, e o organismo de Kate liberou um segundo óvulo 10 dias depois do primeiro, criando uma segunda gestaçao. De acordo com o prof.

Publicidade
Publicidade

Michael Permezel, do "Royal Australian and New Zealand College of Obstetricians and Gynaecologists", em declaração ao portal australiano News, já havia conhecimento que o sêmen poderia se conservar ativo durante uma semana, mas não durante 10 dias. O caso chama-se #Superfetação, sendo um caso raríssimo; só existem mais 10 casos como esse registrados pela medicina.

“A superfetação é extremamente rara. Eu estava grávida e meu corpo liberou outro óvulo dando aos embriões diferentes idades gestacionais. O que torna este caso ainda mais raro é que meu marido e eu só tivemos relações sexuais uma vez. Seu esperma permaneceu vivo durante dez dias para fertilizar o óvulo liberado na segunda vez”, contou Kate ao programa de TV australiano “Tonight Today”.

Charlotte e Olivia, filhas de Kate e Peter Hill, nasceram em dezembro de 2015, no mesmo dia, em parto cesariana. Elas possuem o tipo sanguíneo, peso, tamanho e desenvolvimento diferente; atualmente as irmãs possuem 10 meses de vida e crescem saudáveis.

Publicidade

Síndrome do Ovário Policístico (SOP)

A Síndrome do Ovário Policístico, mais conhecida como SOP, é um distúrbio que interfere no processo normal da ovulação, por conta de desequilíbrio hormonal, que leva a formação de cistos nos ovários.

A aparição de cistos durante a ovulação é normal para o funcionamento dos ovários, porém desaparecem a cada ciclo menstrual. Já para quem possui a síndrome (SOP), os cistos permanecem, fazendo com que a estrutura ovariana seja modificada, deixando o órgão até três vezes mais largo que o tamanho normal. A portadora da SOP ovula com menor frequência e tem ciclos irregulares, dificultando a gravidez desejada. #Maternidade