Uma #pesquisa realizada na Suíça, pela Universidade de Bael, apontou que o consumo de #Cerveja provoca um aumento na #Felicidade. Segundo os próprios autores, beber um copo de cerveja diariamente proporciona um maior reconhecimento da percepção de felicidade, além de incitar imagens sexuais e manter conversas com uma duração de tempo superior.

Participaram do estudo dois grupos de 30 pessoas e com idades entre 18 e 50 anos. O primeiro grupo consumiu 500 ml de cerveja não alcoólica, e o segundo, a mesma quantidade da bebida, porém, esta com composição normal. Cabe ressaltar que os participantes não estavam cientes do tipo da cerveja que estavam bebendo.

Publicidade
Publicidade

Após 30 minutos, tempo bastante para que os efeitos do álcool se manifestem, os estudiosos submeteram os indivíduos a uma série de testes que visavam o reconhecimento de emoções. Em um destes, os participantes receberam diversas imagens de rostos que continham expressões, como alegria, tristeza, entre outras. No resultado foi constatado que o grupo que ingeriu a cerveja normal alcançou um número expressivamente maior na identificação de expressões alegres.

De acordo com Matthias Liechti, um dos coautores do estudo, foi verificado que a cerveja tem um forte apelo para situações consideradas emocionalmente positivas, o que significa que depois do consumo de 500 ml da bebida, os indivíduos estão mais tendentes a ter experimentações de alegria e satisfação. Além de impulsionar experiências emocionais positivas, a cerveja também demonstrou ser um excelente estimulante sexual, pois os indivíduos que ingeriram a bebida normal descreveram um maior número de estímulos sexuais com a imagens, em relação ao grupo que bebeu a cerveja sem álcool.

Publicidade

Os pesquisadores também notaram que, nos indivíduos do sexo feminino, o número de reconhecimento da felicidade e estímulo sexual após o consumo da cerveja foi ainda mais elevado. Conforme Win Van Den Brink, professor de psiquiatria, o metabolismo feminino possui uma tendência maior a agir com uma quantidade menor de álcool, comparado com o masculino, o que indica que uma quantidade igual de cerveja provocará mais efeito nas mulheres do que nos homens.