A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou um relatório sobre resíduos de agrotóxicos nos alimentos. No topo da lista, está a laranja com 12,1% das amostras com potencial risco agudo para a #Saúde, seguida pelo abacaxi, com 5% de risco, e pela couve com 2,6%.

O PARA (Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos) avaliou, no período entre 2013 e 2015, 12 mil amostras, de 25 tipos de alimentos, coletadas nos 27 estados brasileiros mais o Distrito Federal. Cerca de 99% da amostras não apresentaram resíduos de agrotóxicos que apresentam risco agudo para a saúde humana.

O risco agudo corresponde às intoxicações que podem ocorrer num prazo de até 24 horas, após a ingestão de um alimento que contenha resíduos.

Publicidade
Publicidade

Este tipo de avaliação é inédito no Brasil, mas já vinha sendo realizado em outros países, como Estados Unidos, Canadá, além da Europa.

O relatório ressalta que as análises foram realizadas com o alimento inteiro, ou seja, também com a casca, que em muitos casos não é comestível. Assim, o risco para a saúde é diminuído com a eliminação da casca. No caso da laranja, por exemplo, a sua casca, de acordo com alguns estudos científicos, possui uma permeabilidade baixa aos principais agrotóxicos detectados na análise.

Mesmo não representando um um risco apreciável à sua saúde dos consumidores sob o ponto de vista agudo, as irregularidades encontradas pelo PARA podem elevar os riscos aos agricultores, caso estes não não utilizem os agrotóxicos de acordo com as recomendações das autoridades competentes.

Publicidade

O PARA, nos próximos anos, tem como objetivo passar o número de tipos de alimentos monitorados de 25 para 36, o que irá contemplar mais de 90% dos alimentos com origem vegetal que os brasileiros consomem, de acordo com informações do IBGE. O número de agrotóxicos pesquisados também será ampliado.

A lista completa dos alimentos analisados e mais informações sobre o PARA, você confere no site oficial da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária): portal.anvisa.gov.br . #Alimentação Saudável