Para se ter um bom e positivo relacionamento com a pessoa amada, é fundamental se preocupar em ter uma excelente #Saúde sexual. Urinar após a relação ajuda a combater infecções que podem pôr em perigo o bem-estar físico da mulher.

Nas relações sexuais, micróbios e bactérias da área genital e do reto podem entrar e se acumular na uretra da mulher, aumentando o risco de infecções na bexiga. Está comprovado que essa é a causa mais comum das infecções urinárias. Para evitá-las, os especialistas destacam a importância de urinar logo após a relação sexual.

Além do mais, os médicos afirmam que, ao contrário dos homens, a ejaculação feminina não ocorre através da uretra.

Publicidade
Publicidade

Logo, o único meio de expelir todas essas partículas ou substâncias que se introduzem durante a penetração é através da micção.

A infecção do trato urinário acontece quando as bactérias viajam até à uretra e entram na bexiga, onde elas se multiplicam e causam a infecção. Na anatomia feminina, em que a uretra é mais curta que a do homem, é mais fácil para as bactérias percorrerem essa distância para se instalarem no organismo, viajando da uretra para a bexiga.

Enquanto urinar antes e depois do ato sexual diminui o risco de uma infecção do trato urinário, o casal não precisa ter um cronômetro ao lado da cama. A menos que a mulher realmente tenha necessidade, não precisa forçar, que isso não irá limpar a uretra. Por isso, recomenda-se não esquecer de urinar dentro de 45 minutos após o intercurso sexual.

Publicidade

O que realmente é perigoso é dormir após o ato sexual e ter que urinar somente no outro dia de manhã. Isso é que é preciso evitar.

Uma vez que a mulher está ciente da importância de urinar após o ato sexual, é bom lembrar também de uma boa higiene pessoal antes e depois do intercurso para evitar a infecção do trato urinário. Especialmente as mulheres com propensão à cistite devem lavar a área vaginal, com água e sabão neutro no final.

Também é necessário insistir no uso de preservativos como a maneira mais segura e confiável de se precaver contra essas infecções, e também de outras doenças sexualmente transmissíveis que podem comprometer seriamente a saúde do casal. #sexualidade