Cólicas, inchaço, mau humor... a menstruação é um período que pode trazer muitos incômodos à mulher. Para sobreviver e amenizar a situação, é importante saber escolher o tipo de #absorvente que mais se adapta a cada mulher. Há o protetor diário, usado no início e no final da menstruação, quando o fluxo é menos intenso; o absorvente higiênico, que é o mais comum de todos, que existe em vários modelos e tamanhos; o absorvente íntimo, também conhecido como tampão, que ainda é um tabu para grande parte das mulheres; o #coletor menstrual, feito de plástico maleável, que se introduz na região genital durante a menstruação; e a esponja absorvente, um absorvente interno indicado para quem tem alergia ao plástico industrial dos absorventes convencionais, ainda pouco conhecido no Brasil.

Publicidade
Publicidade

No que toca aos absorventes higiênicos, há dois tipos básicos: os que possuem adesivos que grudam na calcinha e os que têm abas que prendem em baixo da roupa interior. Para que não haja vazamentos, aconselha-se trocar o absorvente entre 4 e 8 horas no máximo.

O procedimento habitual é, antes de mais nada, quando estiver precisando, tirar o absorvente da embalagem e abri-lo. De preferência sentada no vaso sanitário, a mulher deve baixar a calcinha até a altura dos joelhos.

O próximo passo é retirar a tira do absorvente, deixando à mostra o adesivo da parte detrás. Geralmente, há três abas, uma principal e duas menores secundárias.

A maneira correta de colocar é voltar a parte aderente para o lado da calcinha e depois pressionar contra a vulva. A seguir, dobrar as abas para baixo e envolvendo-as na parte de baixo da roupa íntima.

Publicidade

Para saber se o absorvente ficou bem colocado, é preciso conferir se ele cobre a vagina por inteiro depois de vestida a calcinha. O ideal é verificar a cada duas horas se precisa trocar ou não o absorvente para não haver surpresas com vazamentos.

A maneira correta de jogar fora o absorvente é dobrando-o da mesma maneira que estava na embalagem e envolvendo num papel higiênico.

Com os absorventes reutilizáveis, o procedimento é o mesmo. Como se utilizam outras vezes, o ideal é deixar de molho num balde fechado com tampa.

Até fim da menstruação, vão se colocando os absorventes no balde para depois lavar com sabão em pó e água quente. Os outros absorventes devem ser jogados no lixo dentro de casa em locais bem vedados para não atrair animais domésticos.