Pode parecer piada, mas não é. Um simples pum, peido ou flatulência, como preferir, pode causar muitos males. Os problemas em torno da arte de soltar um pum não são só os de relação com outras pessoas, que se afastam ao não suportarem o mau cheiro, mas também até de segurança. Que o diga uma paciente que estava sendo operada no Hospital Universitário de Tóquio, no Japão. Ela passava pelo procedimento cirúrgico, quando começou sem parar a peidar. Os médicos já estão acostumados com isso. Sabem que os pacientes, sedados, não tem a capacidade de controlar a vontade louca de soltar gases. Eles não esperava, no entanto, que a flatulência dessa paciente entraria nos livros da medicina e que virasse notícia em todo mundo.

Publicidade
Publicidade

O pum famoso acabou provocando um grande incêndio. Mas como isso aconteceu? No momento em que a paciente soltava gases, médicos usavam um aparelho a laser. Esse acessório médico tem a capacidade de queimar a pele. O objetivo deles era fazer um procedimento no útero da mulher. Mesmo sendo um equipamento super moderno, há sempre o perigo de soltar alguma chance. A partir daí, a própria mulher começou a se queimar. O caso repercutiu aqui no Brasil graças à uma coluna do jornal 'O Globo', que diz que a ação foi registrada em Abril, mas por ser muito estranha, ficou em segredo entre os médicos. 

Como a paciente ficou ferida, ela correu atrás para saber se era realmente possível um peido provocar um incêndio. Isso estava parecendo mais uma piada ou uma lenda urbana. Começou então uma grande investigação, que periciou tudo, até mesmo os laudos.

Publicidade

Médicos e enfermeiros foram chamados para conversar e se chegou à uma conclusão: materiais inflamáveis liberados pela paciente foram responsáveis pelo incêndio.

 

O equipamento que era usado também foi periciado e descobriu-se que ele não tinha qualquer problema. O documento oficial diz que o gás no intestino vazou durante a Operação e entrou em contato com o laser, que irradiava. Isso provocou uma combustão raríssima. Até mesmo as cortinas da sala de operação pegaram foto. Até que tudo fosse apagada, queimaduras foram provocadas.  #Saúde