Se você tem a impressão que mulher gosta mais de dormir do que os homens, saiba que isso não é só uma opinião sua, de fato, elas precisam muito mais do sono do que eles. A ciência até já tem uma explicação para isso, explicando que as #mulheres têm uma necessidade maior de dormir porque é durante o sono que elas conseguem melhorar o humor e principalmente a disposição. Daí você já conclui que, se a mulher estiver mal humorada, ou com pouca disposição para as tarefas do dia a dia, é porque o sono não tem sido suficiente.

O estudo realizado pela Universidade de Duke, Estados Unidos, comprovou que a mulher que dorme pouco sempre acorda irritada, enquanto os homens, dormindo o mesmo período, quando acordam conseguem lidar melhor com a questão e não ficam tão irritados quanto elas.

Publicidade
Publicidade

Para os pesquisadores responsáveis pelo estudo, as mulheres que não dormem o quanto deveriam, acabam sendo vítimas de "aflições físicas e também psicológicas". Outro problema enfrentado pelo corpo feminino quando o tempo de dormir é pouco, é a grande dificuldade encontrada para conseguir balancear os hormônios.

Importante ressaltar ainda que as mulheres são muito mais propensas a desenvolver problemas no coração e até diabetes tipo 2, do que os homens. Se eles dormem pouco, o máximo que irá acontecer é de acordarem com sono, mas se elas não dormirem o suficiente, além do mau humor, estarão colocando a #Saúde em risco.

O estudo fez outra revelação importantíssima quanto ao sono, pois não basta apenas dormir certo tempo, é preciso que o sono seja de qualidade. Foi levado em consideração o tempo total que a pessoa dormiu, quantas vezes despertou durante a noite e até o tempo gasto para começar a dormir depois de se deitar.

Publicidade

De qualquer forma, uma noite de sono mal dormida traz muito mais consequências para a saúde da mulher do que para o homem.

A dica para as mulheres é que fiquem atentas à quantidade de horas dormidas e que seja um sono de qualidade, com o quarto bem escuro, temperatura agradável e o máximo de silêncio possível. #Curiosidade