Fazer amor é algo extremamente bom, o ato proporciona uma intensa aproximação entre o casal, oferece momentos de alegria e ainda traz inúmeros benefícios a saúde. Esses são alguns dos motivos que mostram que o ato deve ser praticado com frequência, principalmente quando estudos comprovam os seus benefícios.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Quebec, localizada no Canadá, se dedicou a um estudo para descobrir quais seriam os benefícios do ato sexual em nossa #Saúde, descobrindo que, uma hora fazendo amor, por semana, equivale a meia hora de corrida. Para chegarem a essa conclusão, os pesquisadores reuniram 21 casais heterossexuais com idades entre 18 e 35 anos de idade.

Publicidade
Publicidade

Para que a pesquisa se iniciasse, os voluntários envolvidos deveriam fazer amor somente uma vez por semana durante um mês.

As regras eram que eles não poderiam fazer uso de nenhum medicamento que interferisse ou ajudasse na disfunção erétil e nem ingerir qualquer tipo de bebida alcoólica. Depois do ato sexual, eles passaram a responder algumas questões sobre o prazer obtido durante o ato.

Os pesquisadores também passaram a acompanhar os voluntários fazendo sessões de treinos em esteira, com o auxílio de braçadeiras que mediam quais foram os gastos de energia e o cálculo do equivalente metabólico, assim conseguindo o resultado exato dos gastos calóricos que a corrida ofereceu para cada voluntário.

O estudo comprovou que as mulheres queimaram 3,1 calorias por minuto durante o ato sexual; na corrida elas já apresentaram uma perda de 7,1 calorias.

Publicidade

Os homens gataram 9,2 calorias durante a corrida a cada um minuto, no ato sexual eles apresentaram uma perda de 4,2 no mesmo tempo.

Outros estudos também já comprovaram os benefícios que o ato traz a nossa saúde, inclusive para o nosso coração. Posições que exigem mais flexibilidade na hora do amor também faz com que você tonifique o seu abdômen e fortaleça a musculatura abdominal. O casal só precisa ter criatividade e descobrir quais são os limites do seu corpo na hora de praticar algumas posições que proporcionam uma melhora no seu físico.

Os estudiosos envolvidos na pesquisa da Universidade de Quebec ressaltam que os resultados apresentados por eles sugerem que o ato sexual seja visto como um exercício que oferece benefícios para a saúde de quem pratica, é um ato extremamente saudável e prazeroso, combinando as melhores coisas da vida. Dependendo da intensidade do ato, ele pode apresentar um resultado ainda maior, finaliza os estudiosos envolvidos na pesquisa. #Comportamento