Antigamente, quando boatos eram mais comuns, dizia-se que as pessoas que costumavam ter manchas nas unhas eram mentirosas. Era como um sinal que as marcava. Porém, com os anos passando e a tecnologia e a ciência cada vez mais se desenvolvendo, pesquisas feitas revelaram que isso não tem nada a ver com a personalidade e caráter de alguém. As manchas são chamadas pelos médicos de leuconíquea, e são inofensivas. O único problema é que não existe ainda nenhum tipo de tratamento para fazer com que as manchas sumam. 

Segundo o médico Pablo Unamuno, que é chefe da equipe de dermatologia do Hospital Clínico de Salamanca, nossas unhas crescem cerca de um milímetro a cada dez dias.

Publicidade
Publicidade

As manchas são causadas por lesões na unha, feitas dois ou três meses antes. O que acontece é que, quando machucamos a matriz das unhas com pancadas, ou até mesmo quando as #mulheres demoram a remover o esmalte, a queratinização acontece de maneira anormal, fazendo com que as manchas brancas apareçam com o tempo.

É bom saber que, apesar das manchas serem inofensivas, o tamanho delas requerem uma atenção especial. Se elas forem pequenas, fique tranquilo, pois com o tempo elas serão removidas. Mas caso elas cubram metade das unhas, é bom consultar um dermatologista, pois algum dano mais sério pode ter acontecido na região.

Existem vários tipos de leuconíquia, e são classificados de acordo com a aparências que as manchas brancas apresentam.

Veja quais são os tipos delas abaixo: 

1)  Leuconíquia parcial

2) Leuconíquia total

3) Leuconíquia estriada

4) Leuconíquia punctata

5) Leuconíquia transversal 

As mais comuns, são as chamadas leuconíquia punctata, que são as que apresentam um ou mais pontos brancos.

Publicidade

Já as leuconíquia total, leuconíquia parcial e leuconíquia transversal, são as menos comuns.

Quando ela é total, geralmente ela apresenta algum tipo de problema genético, ou seja, de herança autossômica. Alguns podem estar associadas a doenças como o vitiligo.

Se a pessoa tem manchas brancas, mas não apresenta nem um tipo de doenças conhecidas, não existe nem um motivo para pânico.

#Dicas:

Enquanto elas estiverem nas unhas, a única solução para as mulheres é a aplicação dos esmaltes mais escuros, para cobri-las. Já para alguns homens que não pintam as unhas, o único jeito é ter paciência e esperar que elas cresçam a ponto de conseguir removê-las por completo. #Beleza