Antes, o #sexo era encarado como algo cujo o único objetivo era proporcionar prazer, e, portanto, nenhum cuidado relacionado à saúde era tomado. Hoje, sabemos dos riscos que a relação íntima também pode trazer, riscos como doenças e desconfortos que pode ser bastante desagradável e até sem cura. Com tais conhecimentos, estudos e informações sobre prevenção desses males tem se tornado frequentes, ao alcance de todos e de alta importância para toda sociedade.

Antes de fazer amor com o parceiro, cada pessoa tem seus hábitos e costumes, uns sempre tomam banho, outros bebem água, fazem xixi e assim por diante. O que muitos não sabem, é que alguns desses simples hábitos corriqueiros podem fazer bastante mal à saúde e a até à relação.

Publicidade
Publicidade

Separamos alguns desses hábitos com objetivo informativo e de grande importância para a sua saúde. Confira:

1 – Fazer xixi (para mulheres)

Você provavelmente sabe que deve urinar após a relação sexual para evitar que a maioria das bactérias que causam infecção sejam eliminadas. Mas você não deve, em nenhuma circunstância, fazer xixi antes do sexo. O urologista David Kaufman de New York disse que essa é a causa nº1 de infecções urinária, pois você fica menos provável à necessidade de urinar o necessário após a relação sexual. Então, você pode não estar expulsando todos as bactérias ruins.

2 – Tomar medicamento anti-histamínicos

Esse são medicamentos usados no combate a alergias, eles contêm efeitos e substâncias que destroem o excesso de muco e coriza, e isso também provoca o ressecamento temporário nas mucosas do corpo, o que conseguintemente leva a diminuição da lubrificação da vagina.

Publicidade

3 – Se depilar

Muitos médicos dizem que se depilar, pouco antes da relação íntima, especialmente se você tiver as partes íntimas suaves, pode colocá-lo em risco de DSTs e outras infecções por causa da probabilidade de pequenos arranhões e feridas.

Emily Gibson MD explica o risco em um post de blog: "Alguns médicos estão descobrindo que áreas e órgãos genitais púbico depilados também são mais vulneráveis ​​a infecções por herpes, devido às feridas microscópicas serem expostos ao vírus transmitido por via oral ou órgãos genitais", diz ela.

"Acredita-se que pode haver vulnerabilidade a propagação de outras doenças sexualmente transmissíveis também. ' O ideal é se depilar de 12 a 24 horas antes do sexo. #Relacionamento