Para quem pensa em dieta, fica o alerta de lembrar que as frutas nem sempre são boas aliadas para quem quer emagrecer. É preciso conhecer as características de cada uma e saber a melhor maneira de consumi-las.

Quando se pensa em dieta logo lembramos das frutas para substituir os doces, mas saiba que nem sempre elas são boas aliadas de quem quer emagrecer.

Frutas na dieta para emagrecer? Sempre! São ricas em #Vitaminas, #fibras, #Antioxidantes, mas tem um porém, o açúcar.

Se engana quem pensa que elas estão liberadas a vontade, se a ideia é perder peso é preciso escolher as frutas de baixo índice glicêmico, ou seja, aquelas em que o corpo demora mais para absorver o açúcar.

Publicidade
Publicidade

Quando comemos uma cereja ou um morango, o açúcar entra muito mais devagar no sangue do que quando a gente come uma melancia, que se for ingerida em forma de suco é pior ainda. As de baixo índice glicêmico são a ameixa, maçã, pêra, melão, damasco e as frutas vermelhas. O abacate e o coco também se incluem, porém o consumo tem que ser moderado por causa da gordura.

No grupo das frutas que levam um tempo médio para aumentar a glicose no sangue: kiwi, laranja, pêssego e goiaba. Já as que liberam o açúcar mais de pressa são: abacaxi, banana, uva, melancia e mamão.

Para qualquer uma delas a preferência deve ser sempre comer a fruta e não tomar o suco.

Na forma líquida o açúcar vai parar no sangue de forma muito mais rapidamente. E é isso que faz com que a pessoa engorde. As exceções são com o limão e o maracujá que tem pouquíssimas calorias.

Publicidade

Só não vale para melhorar o gosto do suco pesar a mão no açúcar. É importante que a pessoa ao longo do dia varie as frutas e coma de três a cinco porções, uma porção é meia maçã. A gente sabe que o consumo de frutas é muito saudável, reduz o risco de doenças como diabetes, hipertensão e inclusive o risco de câncer.

Então é importante que a pessoa ao pensar numa reeducação alimentar que ela consuma frutas com baixo índice glicêmico e baixa caloria. Lembrando que não adianta só comer a fruta se não for acompanha de um belo plano de emagrecimento e exercícios físicos.