Se você notou que sente mais sono do que o seu companheiro, e acredita que algumas horinhas extras de sono poderiam mudar isso, saiba que não está enganada e muito menos sozinha nessa! Foi comprovado, cientificamente, que as mulheres realmente precisa dormir mais que os homens.

Um estudo realizado pela Universidade de Loughborough, localizada no Reino Unido, comprovou que as mulheres precisam ter mais horas de descanso noturno do que os homens, e a explicação está relacionada às suas conexões cerebrais. Segundo eles, as mulheres necessitam de mais horas de sono por conta da grande disposição que elas carregam de harmonizarem inúmeras atividades simultâneas durante a sua rotina diária.

Publicidade
Publicidade

Eles explicam que, quando apresentamos uma noite mal dormida, isso pode apresentar impactos diferentes em homens e mulheres. No sexo feminino, isso pode desenvolver ansiedade e depressão e também irritabilidade, já os homens podem apresentar fadiga e sonolência. Porém, ambos podem se tornar mais propensos a desenvolverem doenças cardiovasculares, como arritmias e infarto, especialmente quando dormem menos do que seu organismo necessita.

Cada um de nós, precisa de um tempo ideal de sono diferente, variando de acordo com a idade de cada pessoa. Um recém-nascido precisa dormir em torno de 16 horas por dia, uma criança que está iniciando a sua idade escolar carece de aproximadamente 9 horas e uma pessoa em fase adulta de aproximadamente 8 horas.

As pessoas que costumam manter uma quantidade de sono menor que o indicado para que o seu organismo e mente se recupere, pode começar a apresentar alguns sinais de esquecimento, e vai ser preciso procurar ajuda médica para que isso não se torne rotineiro em sua vida.

Publicidade

Isso também pode apresentar desatenção e dificuldade em reter novas informações, além disso, o sono também é essencial para que seja possível absorver os conhecimentos do dia seguinte, e armazenarmos isso de forma correta para o nosso bem estar e desenvolvimento.

Qual seria a quantidade de sono ideal?

Os especialistas explicam que isso pode variar de pessoa para pessoa, sendo a média atual de aproximadamente 8 horas por noite, mas alguns casos apresentam variações, e esses, são conhecidos como "dormidor curto", ou seja, pessoas que se sentem bem dormindo apenas 6 horas por noite. Já o "dormidor longo", sente a necessidade de dormir cerca de 9 horas ou mais para poder acordar com disposição e um organismo mais saudável. Isso pode ser influenciado pela genética, mas antes de considerarmos esse padrão normal, é necessário que a pessoa procure ajuda médica. Somente eles são capazes de realizar uma avaliação completa e diagnosticar uma possível doença relacionada ao sono.

Ou seja, quando você sente necessidade de ficar um pouquinho mais na cama, não é preguiça; isso pode ser sinal de que você está sentindo necessidade de satisfazer as necessidades que o seu corpo está sentindo. #Comportamento #Saúde