A sensação térmica não para de aumentar no Brasil e o sonho do brasileiro é, depois de um dia inteiro sob o #calor intenso, entrar em algum ambiente fechado com aquele ar condicionado na menor #Temperatura possível. Mas a Anvisa adverte, esse comportamento é prejudicial à saúde.

Imagine tirar uma tarde para fazer compras no centro da cidade, andando de loja em loja com o sol emanando calor em cima da sua cabeça, o termômetro chegando a marcar 46ºC, mas a sensação térmica chegando a 49ºC, e com tendência só de aumento dessa temperatura. Após uma tarde dessas, a única coisa que você quer é entrar em seu carro ou em algum cômodo fechado com aquele ar condicionado configurado para 16ºC e, se possível, até menos que isso, não é mesmo? Pois saiba que isso pode prejudicar sua saúde.

Publicidade
Publicidade

A temperatura ideal do ar condicionado

Segundo a Agência de Vigilância Sanitária, Anvisa, a temperatura ideal está entre o muito quente e o muito gelado, uma temperatura que, ao mesmo tempo, seu corpo não responda com suor, e nem com aqueles "calafrios" rápidos. Essa temperatura, segundo a Anvisa, varia entre 23º e 26º.

Entre o muito quente e o muito frio existe uma faixa de temperatura ideal, um limite que permite fugir do calor sem comprometer a saúde. A Anvisa diz que a temperatura ideal em ambientes fechados é algo entre 23°C e 26°C. “Já tem estudos mostrando que, em temperaturas muito frias ou um calor muito intenso, a produtividade diminui. Coloque o ar em uma temperatura agradável para você conseguir fazer esse equilíbrio da sua temperatura corporal com a temperatura do meio ambiente”, afirma Aída Assunção, da Sociedade de Otorrinolaringologia do Rio de Janeiro.

Publicidade

Economia aliada à saúde

Seguindo a tendência natural, muitas pessoas quando ligam o ar condicionado já configuram para a temperatura mais baixa disponível para o modelo, pensando que irá gelar mais rápido o ambiente. Porém, há quem afirme que se o aparelho for configurado para a temperatura de 23ºC, coincidentemente a mesma recomendada pela Anvisa, o ambiente gela mais rápido e o consumo de energia é 50% menor. Só pela #Economia no final do mês, já vale a pena testar essa dica.