#psicose é chamado o estado mental que se caracteriza pela perda de contato com a realidade, em que a pessoa passa a ter um comportamento antissocial.

A psicose ou o #transtorno psicótico difere um pouco de outras doenças emocionais por não se conseguir comparar a algum tipo de vivência pessoal, especialistas dizem que “não é semelhante nem ao sonho mais irreal”. Por quê? Porque esse estado mental faz com que a pessoa que sofre do distúrbio perca o contato com o real. #transtorno bipolar esquizofrenia são exemplos mais conhecidos de psicopatias.

Uma crise psicótica faz com que a pessoa não consiga reconhecer esse lado estranho de seu comportamento, e lhe traz grandes dificuldades para executar tarefas comuns e cotidianas, e também em seus relacionamentos sociais.

Publicidade
Publicidade

Uma crise psicótica pode fazer com que a pessoa tenha delírios, alucinações, mudanças de comportamento e pensamento confuso. Esses sintomas podem aparecer em maior ou menor intensidade, dependendo da intensidade da psicose.

Uma reação psicótica pode ter como causa uma quantidade significativa de stressores do sistema nervoso. Um indivíduo quando perde esse contato com o real, pode, por exemplo, cismar com pessoas que não existem, mesmo que tenha noção do mundo real.

Os principais sintomas da doença

Pensamento confuso

O indivíduo pode não fazer mais conexão entre as ideias, pode ter perda da memória recente e também dificuldade para concentrar-se. Além disso, o que ele falar, as frases que formular podem não ser claras e não terem sentido.

Delírio

Os delírios começam fracos e ganham intensidade conforme a doença avança.

Publicidade

A pessoa começa a acreditar em coisas que não têm embasamento na realidade. Pode se sentir perseguida, sentimento acompanhado de medo e desconfiança. Exemplos clássicos de delírios: a pessoa achar que a televisão está lhe mandando mensagens ou achar que tem poderes especiais.

Alucinações

A pessoa ouve vozes e vê coisas que não existem. Pode ainda ter sensações desagradáveis ao tocar em determinadas superfícies ou sentir cheiros esquisitos.

Sentimentos alterados

Oscilações de humor podem ser bastante frequentes. Transformações podem ocorrer sem que haja motivo aparente para isso.

Alteração de comportamento

Um sintoma bastante comum, se manifesta na queda de rendimento em seu trabalho ou estudos. Essas pessoas podem ficar letárgicas ou muito ativas. Em caso de letargia, podem permanecer a maior parte do dia sentados ou deitados, imóveis. Pessoas comunicativas, por exemplo, podem, de uma hora para outra, se fechar, preferindo ficar sozinha a socializar ou sair com amigos - ou vice-versa: se eram tímidas, podem adotar comportamento inadequado quando em público, ou ainda rir sozinhos sem motivo aparente.

Publicidade

Há alteração também nos hábitos de higiene, o indivíduo pode parar de tomar banho ou escovar os dentes, por exemplo.

As causas da psicose pode ser, além de condição mental ou psicológica, resultantes de abuso de álcool ou drogas. O tratamento dependerá da causa e do tipo da doença. Caso haja riscos para a segurança do paciente, uma internação poderá ser necessária. Há medicamentos que ajudam com o controle de alguns sintomas, como dos delírios e alucinações, e também ajudam a estabilizar o comportamento do indivíduo.