#Infarto é a segunda principal causa de óbitos no Brasil e nos Estados Unidos ocupa o primeiro lugar, sendo 25% das mortes.

Segundo o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) existem cinco condições que podem aumentar o risco de ataque cardíaco, que são: obesidade, diabetes, sedentarismo, má alimentação e uso em excesso de álcool.

Poucas pessoas sabem que antes de um ataque cardíaco o #Corpo pode começar a emitir sinais trinta dias antes, e saber detectá-los precocemente é a chave principal para a sobrevivência.

Confira abaixo 5 sinais que o corpo pode emitir trinta dias antes de um ataque cardíaco.

1- Tonturas frequentes

As tonturas acontecem porque o cérebro pode não estar recebendo a quantidade de oxigênio que necessita, e quando é acompanhado de suor frio pode ser um grande sinal do que está por vir.

Publicidade
Publicidade

É preciso procurar um médico rapidamente.

2- Falta de ar

A falta de ar é um dos sinais mais fortes, pois quando isso acontece é porque o coração não está conseguindo levar o oxigênio necessário para os pulmões. Pode ser um sinal de que uma artéria está entupida e precisa receber tratamento imediatamente.

3- Inchaço

Geralmente, o inchaço acontece nas regiões mais distantes do coração, como por exemplo, pés e pernas. O coração tenta bombear o sangue e, com isso, as veias começam a inchar.

4- Sentir pressão no peito

Entre os sinais, este é o mais comum e pode aparecer de maneiras diferentes. Enquanto algumas pessoas sentem um forte aperto no peito, outras sentem apenas a sensação de um beliscar.

Podem acontecer durante um descanso ou quando está praticando atividade física. O desconforto é mais comum aparecer em mulheres, por isso, devem sempre ficar mais atentas.

Publicidade

5- Resfriado ou gripe

É comum as pessoas terem um resfriado, mas o que poucas pessoas sabem é que quando o resfriado aparece com frequência, pode ser um sinal precoce de que um infarto vai acontecer

É fundamental que todos fiquem atentos aos sintomas citados acima. Caso sinta algum ou uma combinação deles, é preciso procurar um médico imediatamente. O tratamento precoce pode salvar sua vida. #Saúde