Os #Animais de estimação podem ser recursos importantes para pessoas com problemas de saúde mental. Animais de estimação podem desempenhar um papel fundamental ao ajudar as pessoas a lidar com suas condições. Sair de casa e criar uma rotina de passeio com o amiguinho ajuda a recuperar e controlar a saúde mental dessas pessoas.

Em estudo de 2016 realizado na Universidade de Manchester, no Reino Unido, pesquisadores britânicos entrevistaram 54 participantes com sérios problemas mentais de longo prazo, tais como esquizofrenia ou transtorno bipolar. Eles perguntaram sobre o seu dia-a-dia e sobre como eles lidavam com as suas condições na companhia de seus bichinhos.

Publicidade
Publicidade

De modo geral, os participantes responderam que os animais têm um papel fundamental em suas rotinas.

Uma boa rotina nunca é demais

Cães, gatos, aves e hamters são as principais fontes de apoio e oferecem segurança e estabilidade. Uma pessoa relatou que seu gato foi a única coisa que permaneceu constante em sua rotina. Outros apreciam o contato físico e outros gostam das rotinas diárias, como a caminhada.

Os animais incentivam os doentes a saírem para fazer exercícios que os mantém distraídos, como um passeio no parque. Assim, os sintomas como ouvir vozes e pensamentos suicidas desaparecem. Os animais são capazes de ficar ao lado de seus donos e fornecer carinho sem a necessidade de entendê-los.

É claro que estes aspectos nem sempre são benéficos para algumas pessoas. Talvez as mais sensíveis não consigam suportar o fardo da morte de seu amiguinho de estimação e isso poderia ser devastador para alguém com problemas de saúde mental.

Publicidade

Apesar disso, animais de estimação raramente atrapalham a saúde mental. Então caso você conheça alguém que esteja passando por essa dificuldade, sugira ter um animalzinho, eles são uma fonte vital de apoio para muitas pessoas. Além desses benefícios, os pequeninos proporcionam muita alegria.

Se acha que este texto foi útil e acha que pode ajudar outras pessoas, não esqueça de compartilhar. #Doença #Tratamento