A capeba pertence a família das piperaceae. Na maioria das vezes, seu arbusto chega a alcançar entre um e dois metros de altura. Ela também apresenta em seus ramos algumas estrias com vários pelos. Suas folhas possuem um formato arredondado, assim como as folhas, que têm 10 cm de comprimento cada. A planta é nativa do Brasil, e na maioria das vezes é encontrada em estados que variam do Rio de Janeiro, até o Amazonas. A capeba também é muito eficaz no combate e prevenção das infecções urinárias. Além disso, ela também possui propriedades medicinais, antirreumática e eficaz no combate aos vermes e hemorroidas, desobstruí o fígado e combate a anemia e a gonorreia.

Publicidade
Publicidade

O chá de capeba também pode ser considerado como um poderoso diurético natural, isso ocorre devido a capacidade da planta em fazer com que a nossa bexiga funcione da melhor forma possível. Na maioria das vezes, ela faz com que o inchaço do corpo diminua, eliminando o líquido retido no organismo. A planta também é conhecida por auxiliar na digestão e o organismo no envelhecimento das células.

Outra característica da capeba é fazer com que a pessoa soe mais. Com a perda de líquido, o organismo emagrece mais rápido, com a eliminação das substâncias consideradas tóxicas. Algumas pessoas, também fazem referência ao uso do chá de capeba para diminuir as dores musculares e inflamações geradas por machucados. De acordo com especialistas, seu uso deve ser prescrito por consulta médica para um melhor aproveitamento de seus princípios ativos.

Publicidade

De acordo com informações do blog chás e benefícios, o chá de capeba é bem simples de ser feito. Para isso, basta seguir esta receita.

Adicione 750 ml de água, com 30g de capeba e coloque no fogo dentro de chaleira. Deixe durante 10 minutos. Isso garantirá que todas as propriedades da planta estejam no chá. O certo é consumir o chá durante as refeições. No Brasil, algumas plantas também podem ser chamadas de capeba. Apesar de possuírem características completamente diferentes do que foi apresentado no texto. Por esse motivo, é importante salientar se a planta pertence a família da Pothomorphe peltata, nome científico da capeba. Caso contrário, prefira não utilizar a planta. #Entretenimento #Curiosidades #Religião