A Revista Veja publicou, tempos atrás, uma matéria de título “#Meditação ganha, enfim, aval científico”, onde revela que a #Ciência reconhece e faz uso da mesma na cura e prevenção de diversos males, dentre eles o estresse, a insônia, doenças cardíacas e câncer.

Os antigos já usam essa prática milenar que muitos achavam ter apenas a ver com religião e não tem. Meditação é uma poderosa arma para malefícios que começam na mente e passam para o corpo.

A técnica de fechar os olhos, concentrar-se em si, ou ser guiado por um profissional para acalmar a mente já é realizada há mais de 2.500 anos pelos orientais, mas agora o mundo tem se dado conta, através da ciência, de que a técnica é extremamente benéfica para diversos problemas de #Saúde e qualquer pessoa pode praticá-la.

Publicidade
Publicidade

Até a década passada não havia respaldo médico, mas agora, através de muitos estudos e instrumentos como a tomografia e ressonância magnética, se vê a mudança em diversas áreas do cérebro. Quem afirma isso é o psicólogo Michael Postner, da Universidade de Oregon.

Benefícios da meditação

Já está constatado que a medicação é altamente eficaz nas seguintes áreas:

Melhora o sistema cardiovascular

Meditar reduz em até 47% as chances de um ataque cardíaco e infarto e regula a pressão alta.

Insônia

Técnicas de meditação e relaxamento profundo diminuem significativamente o percentual de insônia por melhorar a qualidade do sono.

Distúrbios mentais

O tratamento de doenças como síndrome de pânico, transtorno de ansiedade generalizada (TAG), dentre outros, vem sendo erradicado, cada vez mais, com a prática da meditação.

Publicidade

Alívio da dor

Estudos feitos com grupos de estudos já demonstraram que quem medita tem sua resistência à dor 18% maior.

Reforço do sistema imunológico

Judson A. Brewer, da Yale (Universidade) diz: "O aumento da atividade cerebral relacionada a pensamentos positivos tem influência direta na maior produção de anticorpos. A meditação também intensifica a ação da enzima telomerase".

Melhora na concentração

Estudos feitos em algumas escolas brasileiras que começaram com a prática da meditação têm notado que as avaliações e provas tiveram uma melhora de 15%, e 20% dos alunos passaram a meditar por conta própria ao fim do estudo.

Abaixo você confere uma especialista do Hospital Albert Einstein falando em como já conseguiram progressos em diversas áreas da saúde com o auxílio da meditação.

O vídeo também explica o que é meditação e o que você deve fazer para praticá-la.