O caso foi registrado, recentemente, depois que um paciente foi internado em um hospital de Nova York. Após a realização de exames, ele foi diagnosticado com a gripe aviária, denominada como H7N2, que teria sido transmitida por um gato de rua. De acordo com especialistas, o risco de transmissão do H7N2 para as pessoas ainda é considerado pequeno.

Mesmo assim, as autoridades norte americanas recomendam aos donos desses gatos e cachorros que permaneçam em alerta aos sintomas apresentados por esses animais. "Toda vez que o vírus é transmitido da ave para outro animal como gato, ou cachorro ficamos apreensivos com a saúde desses animais e o que isso possa ocasionar na saúde dos donos destes animais", explica a Jay Varma, vice-diretor do Departamento de Saúde de Nova York.

Publicidade
Publicidade

As autoridades estimam que o vírus da H7N2 tenha infectado em torno de 100 gatos que vivem dentro de um abrigo para animais em Manhattan. Um veterinário acabou contraindo a doença depois de entrar em contato com as secreções de um gato. Até agora, este é o primeiro caso registrado em que o vírus H7N2 tenha sido transmitido de um gato para uma pessoa.

Também é a primeira vez em que o vírus foi transmitido de uma ave para um gato. Felizmente, a boa noticia é que a H7N2 ainda é considerada um tipo de gripe fraca, o paciente diagnosticado com a doença apresentou sintomas leves de gripe e pouco tempo depois já estava completamente curado.

Entre os principais sintomas do H7N2, destacam- se espirros, tosse, febre e perda de apetite. O Departamento de Saúde de Nova York aconselha para que as pessoas não beijem e evitem o contato com as secreções destes animais.

Publicidade

Em testes realizados em cachorros e coelhos de abrigos, os testes deram negativos para o H7N2.

Agora as autoridades de saúde pretendem fazer o teste em pessoas que tenham adotado algum gato ou cachorro nas ultimas três semanas. "Existem pessoas que podem ter sido expostas a doença". O Departamento de Saúde de Nova York está disponibilizando testes gratuitos para os infectados, explicou a comissária de saúde, Mary T Bassett. #gripe aviária #doença contagiosa #Curiosidades