Agora, os garotos de 12 e 13 anos também têm o direito de tomar a vacina contra o vírus #hpv, de graça. A #medicação, que antes era distribuída apenas para as meninas, pode ajudar a prevenir vários tipos de câncer. O reforço já chegou, 2017 começa com uma alteração no calendário de vacinas, a partir deste mês de janeiro, a vacina contra o HPV, que era distribuída especialmente para as meninas, agora passa a contemplar também os meninos.

A mudança é mais uma estratégia para proteger os brasileiros contra o câncer

O HPV é um vírus transmitido principalmente pelas relações sexuais, a estimativa é que mais da metade da população mundial esteja contaminada pelo vírus.

Publicidade
Publicidade

Em muitos casos, o HPV é #responsável pelos cânceres na região genital, colo do útero, garganta e reto. É um vírus silencioso que se instala no local por onde entra, geralmente, no genital, e depois de alguns meses ou anos é que ele pode se manifestar clinicamente.

Para as meninas entre 9 e 13 anos, o governo disponibiliza a vacina desde 2014, agora os meninos entraram nesta lista. A ideia é imunizar mais de 3,5 milhões de garotos entre 12 e 13 anos, na intenção de que daqui a alguns anos seja registrado menor número de cânceres de orofaringe no sexo masculino devido à vacinação.

Dados do Ministério da Saúde estimam que em 2020 o número de câncer de boca e garganta causados pelo HPV seja maior do que o de colo do útero. Por isso a preocupação dos especialistas em vacinar o maior número de adolescentes possível.

Publicidade

O Brasil é o primeiro país da América do Sul a oferecer a vacina contra o HPV em meninos, são 2 doses com 6 meses de intervalo. Para imunizar seu filho, basta comparecer ao posto de saúde, junto com a carteirinha de vacinação e um documento.

Ficar de olho nas mudanças feitas pelo governo pela internet é ótimo para se atualizar e ficar por dentro das informações publicadas. Lembrando que a vacina não substitui os outros métodos de proteção, é importante conscientizar meninos e meninas sobre o uso frequente do preservativo.