Foi divulgado nesta manhã de terça-feira (3), pelo Ministério da #Saúde, a liberação da vacina contra a virologia do HPV em adolescentes com idade entre 12 e 13 anos em todo o país. A vacinação desse grupo já tinha sido comunicada em outubro do ano passado, porém, só entrou em vigência agora, em janeiro de 2017.

Pesquisas realizadas em outros continentes que já fazem a aplicação da vacina em crianças nesta faixa etária, evidenciaram uma forte contribuição no recuo do câncer de colo do útero e vulva das mulheres, tornando menor a circulação do vírus nas pessoas, ajudando diretamente o público feminino.

No caso do público masculino, as vantagens com a vacina serão voltadas para proteção de doenças que acometem o pênis, a garganta, o ânus e verrugas genitais, que são causadas pela contaminação do HPV.

Publicidade
Publicidade

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil é o sétimo país a incluir adolescentes na vacinação contra esses vírus. Ainda de acordo com as pesquisas, países como os Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá já incluíram suas crianças na vacinação contra essa #Doença. Tendo em vista que essa ação segue os conselhos das sociedades médicas brasileiras como a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e a Sociedade Brasileira de que Pediatria.

Conforme os estudos, a faixa etária das crianças poderá ser aumentada por etapas até o ano de 2020, na oportunidade, será possível disponibilizar a vacina para crianças com idade entre 9 a 13 anos

Segundo o ministério, neste ano, as crianças que chegarem aos 14 anos e ainda não tenham tomado a vacina, podem se vacinar. Outra mudança prediz a aplicação da vacina para aqueles entre 9 a 26 anos acometidos pelo vírus do HIV, fato que antes só acontecia com mulheres na mesma faixa etária, que poderiam se vacinar de graça.

Publicidade

Este grupo especifico deve tomar três doses da vacina.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde será colocada em atividade a vacina contra a virologia da meningite C para adolescente entre 12 e 13 anos. Até 2020, essa será a aplicação disponibilizada aos meninos entre 9 e 13 anos. Atualmente, essa proteção é ofertada somente para meninos que gozam de 3,5 e 12 meses de vida. A meningite C é o um vírus dependente da meningite, considerado perigoso e de imediata mudança em seu estágio

A virologia do HPV pode ocasionar câncer do colo uterino, além de verrugas genitais. Se constitui em um vírus muito perigoso e sua contaminação ocorre principalmente no toque na relação sexual. A vacinação é disponibilizada nas redes municipais de saúde de forma quadrivalente, ou seja, trabalha na proteção de quatro tipologia do HPV: o 6, o 11, o 16, o 18 os respectivos (o 6 e o 11) são responsáveis pelo surgimento de 90% da formação na superfície da pele, geralmente arredondada nas genitais. Os outros (o 16 e o 18) estão correlacionados com 70% dos índices de câncer no colo uterino.

Publicidade

Mesmo com a vacinação, é de grande importância para a população feminina a realização dos exames básicos de saúde, a exemplo do Papanicolau, este que descobre possíveis machucados precedentes do câncer que, sendo diagnosticada e tratada antes, inibe o desenvolvimento da enfermidade. #sistema de saúde