Os primeiros dentinhos do bebê a irromper são formados ainda na gravidez. Eles iniciam a erupção por volta dos seis meses de idade. Inicia-se então uma nova fase, tanto para o bebê quanto para a mamãe. O bebê adquire novos hábitos, faz novas descobertas, enquanto a mamãe preocupa-se com a introdução progressiva de alimentos na sua dieta. Os primeiros dentinhos irrompem no meio da gengiva de baixo e são chamados de incisivos centrais inferiores. São seguidos pelos incisivos centrais superiores e pelos incisivos laterais (que nascem logo ao lado dos primeiros); passa-se para os dentinhos de trás (molares), e então volta para a lateral dos arcos com os caninos (conhecidos popularmente como "presas"); chegando ao fim com o nascimento dos últimos molares.

Publicidade
Publicidade

Essa é a ordem cronológica inicial da erupção dentária. Ela costuma acontecer entre os meses 6 e 30.

O primeiro dentinho em alguns bebês já pode nascer aos quatro meses, enquanto outros bebês chegam aos doze meses ainda sem nenhum. Isso é um problema? Não necessariamente. Não existe uma idade fixa para a criança entrar ou sair da fase da primeira dentição. Para ter certeza da normalidade da situação, é necessário estar atento a vários fatores, dentre eles a presença de patologias e síndromes. Um exemplo bastante comum é a Síndrome de Down, que vem acompanhada de retardo na erupção, tanto de dentes decíduos quanto de permanentes.

Atenção ao nascimento dos dentes

Um relato dos pais bastante frequente em torno do nascimento dos primeiros dentinhos é a ocorrência de febre.

Publicidade

É importante destacar que não há evidências científicas que corroborem esses relatos. Trata-se então de um mito. Como a erupção acontece por volta dos seis meses, o bebê já entrou na fase de descoberta do mundo ao seu redor. Ele fica no chão, tenta engatinhar, coloca brinquedos e outros objetos na boca e, claro, tudo isso leva a uma maior exposição a patógenos causadores de infecções. Surge então a febre e a diarreia, erroneamente associadas à irrupção de cada dente. Por isso, nessa fase, os brinquedos e o local onde a criança fica devem ser cuidadosamente higienizados para diminuir sua exposição a esses riscos.

Cuidados com os primeiros dentes

Orienta-se que o momento da primeira consulta com o odontopediatra deve ocorrer logo ao nascimento do primeiro dentinho do bebê. Os pais precisam de toda ajuda necessária para incluir mais um cuidado na rotina do bebê. Esse profissional será capaz de sanar todas as dúvidas e ajudará na criação de hábitos saudáveis de higiene oral. O bebê merece tanto o cuidado do pediatra quanto do odontopediatra. Esse é um caminho que deve ser trilhado junto. #odontopediatria #erupçãodentária #Saúde