Se você ainda está suando em academias com exercícios para perder a barriga obtida durante as festas do final de 2016, saiba que já existe um método novo para isso. Pesquisa de cientistas australianos revela que se exercitar antes do café da manhã pode trazer benefícios como reduções nos níveis de gordura e de açúcar no sangue.

Mas não é qualquer exercício. A conclusão da pesquisa indica que um trabalho forte de corrida e bicicleta antes da ingestão de alimentos pela manhã favorece não só a perda de peso, mas também combate os efeitos colaterais da ingestão de alimentos muito gordurosos.

Exercícios matutinos

De acordo com estudo australiano, comidas ricas em gordura podem desenvolver problemas como diabetes tipo 2.

Publicidade
Publicidade

Mas outro estudo, publicado no The Journal of Physiology, sugere que exercícios matutinos antes do café diminuem os efeitos negativos provocados por almoços e noitadas calóricas.

Pesquisadores belgas recrutaram 28 jovens e os entupiram com uma #Dieta composta de 50% de gordura e 30% de caloria. Uma parte dos jovens deixou de fazer exercícios. O restante adotou a mesma dieta, mas praticou exercícios pesados.

Foram quatro dias por semana de atividades extenuantes. Em dois dias, eram 90 minutos de atividade. Os outros dois dias os voluntários praticavam uma hora de exercício.

Os jovens que praticaram ginástica foram divididos em dois grupos. O primeiro comeu café da manhã rico em gorduras e proteínas antes do exercício. O outro grupo fez o contrário.

Após seis semanas, quem não se exercitou engordou mais de dois quilos e meio.

Publicidade

Também seus músculos deixaram de responder à insulina. Houve aumento de glicose no sangue.

Dieta Vs. Exercício

Quem comeu antes do exercício também ganhou peso, nem tanto quanto quem deixou de se exercitar. Os sinais mais satisfatórios foram observados em quem fez exercício antes do café, o ganho de peso foi bem menor.

Mas os médicos advertem para o fato de que praticar exercícios com o estômago vazio em nada melhora o desempenho atlético. Isto porque os carboidratos são melhores para os músculos do que as gorduras. É por isso que atletas de vários esportes costumam adotar dietas ricas em carboidratos.

Outra questão é quanto à intensidade da atividade física. Os cientistas ainda têm dúvidas se os exercícios puxados e as atividades moderadas exercem o mesmo efeito. Mas, segundo Leonie Heilbronn, Ph.D., professor da Universidade de Adelaide em Austrália, exercícios de baixa intensidade são melhores para emagrecer do que nenhum exercício. #Ginastica #Emagrecimento