Teorias sobre o fim do #Mundo vêm sendo formadas há muitos anos. Provavelmente, você já tenha passado por alguma dessas teorias e datas anunciadas sobre o fim do mundo.

Muita gente já se desesperou com essas previsões, e até mesmo cometeram atos absurdos com medo dessa possibilidade.

Mas, em 2003, um anúncio da Nasa preocupou com uma nova possibilidade do fim do mundo. Segundo a Nasa, a teoria do Big Rip tornou-se uma possibilidade disso acontecer. Mas, somente daqui uns 22,8 bilhões de anos.

O que na época era apenas uma hipótese, veio ser algo definitivo, segundo um brasileiro. Formado em física e matemática, Marcelo Disconzi, professor da Universidade de Vanderbilt, em Nashville, nos Estados Unidos, afirmou que a possibilidade do mundo acabar é real.

Publicidade
Publicidade

Entenda a teoria do Big Rip

Big Rip foi o nome escolhido para a teoria. A teoria diz que caso o universo tenha na expansão uma velocidade muito acima do nível crítico, as matérias de qualquer tipo se deslocarão fazendo com que as galáxias se rasguem em pedaços, se desintegrado.

Segundo o brasileiro, existem alguns fatores que provam que isso irá acontecer, como, por exemplo, a distribuição dos corpos, que são como um fluído que enche o universo. Isso garante que o universo está em expansão e de forma muito acelerada.

Como a energia dos corpos aumentando com o tempo, isso acaba gerando uma pressão negativa, uma força contrária à força gravitacional. Com isso tudo, as galáxias tendem a dispersar, fazendo com que os planetas fiquem mais distantes ainda uns dos outros.

Por isso, a ideia de que a teoria do Big Rip é real é possível sim, diz o professor brasileiro.

Publicidade

Relembre algumas teorias do fim do mundo

1) O resfriamento da Terra: apesar de pouco conhecida, ela foi muito estudada por cientistas. O físico Michio Kaku chegou a declarar que a humanidade morreria congelada.

2) A explosão solar: segundo alguns cientistas, o Sol cresceria tanto que a radiação faria com que a água se evaporasse, deixando a Terra sem uma gota do líquido. A teoria aponta também que o Sol iria morrer, ou simplesmente explodir por causa do seu crescimento.

3) Os asteroides: várias vezes a teoria de que a Terra seria atingida por um asteroide foi divulgada. Em 2011, a Nasa chegou a anunciar que alguns maiores dos asteroides iriam passar pela Terra.

4) Vírus: apesar de a teoria parecer um filme, existe a possibilidade desse tipo de coisa acontecer. Um exemplo disso foi a criação de um vírus da poliomielite, que foi recriado em 2002 por cientistas da universidade de Nova York. Há também o vírus da gripe espanhola, que também foi recriado, e que no ano de 1918 matou mais de 50 milhões de pessoas. #Curiosidade #Entretenimento