Muitas mulheres não se sentem à vontade e seguras para ir ao #ginecologista, mesmo que seja uma visita rotineira. Além de muito importante para saúde e essencial para a vida sexual, à ida ao consultório pode não ser tão confortável para a maioria das #mulheres.

Em contrapartida, há alguns #segredos e dicas que os médicos não comentam, mas podem aliviar muito a tensão da ida ao ginecologista, afora de melhorar muito sua intimidade de conviver com seu médico frequentemente, o que é essencial para uma relação transparente entre ele e seu paciente.

Descubra o que seu ginecologista não te conta e fique muito mais aliviada nas suas próximas visitas:

1. Eles não ligam para nossos pelos íntimos

Os médicos consideram e alertam: os pelos são importantíssimos para a proteção da região intima e a prevenção de uma série de infecções, porém, muitas mulheres ainda têm receio de visitar o ginecologista com os pelos à mostra e preferem não ir.

Publicidade
Publicidade

Portanto, dá próxima vez que for à sua consulta, não se importe em se depilar ou não.

2. Eles não ligam para seu histórico sexual

Os ginecologistas não se importam com a quantidade de pessoas com que você já teve relações sexuais ou até com as suas opções atualmente. O que todos os médicos realmente se importam é com a sinceridade de suas pacientes, além de todas as informações possíveis para que nenhum problema futuro aconteça e você se mantenha sempre saudável.

3. Eles querem que você se sinta sempre à vontade

Ter vergonha de mostrar suas partes íntimas para alguém que não conhece pode ser uma ideia um tanto quanto estranha, mas acredite, não precisa ter nenhum receio. Os médicos ginecologistas podem ver cerca de 100 a 150 órgãos femininos por semana, portanto, será apenas mais um dia de trabalho para ele.

Publicidade

4. Eles já encontraram de tudo dentro do órgão feminino. Relaxe.

Se você tem algum tipo de receio do médico te julgar ou de achar algo estranho em você, fique tranquila. Os médicos costumam achar constantemente coisas dentro dos órgãos das mulheres, na maior parte das vezes, tratam-se de preservativos, mas em alguns casos pode-se encontrar algumas coisas um pouco bizarras, como canetas, chaves e etc.