Temos a certeza de que somos todos propensos a ficar doentes. E embora nossos hábitos sejam cuidadosos em relação a isso, devemos sempre estar atentos. Uma epidemia muito forte está pegando de surpresa muitos brasileiros.

A Febre Amarela antigamente infectou muitos, causando muitas mortes. Recentemente, vários casos estão sendo registrados no país, tornando um caso que chama a atenção da #Saúde pública. Embora os infectados estejam em áreas rurais, isso pode se ampliar rapidamente para as áreas urbanas.

O Ministério da Saúde disponibilizou uma lista de cidades em que a população deve se atentar e tomar medidas de prevenção.

Publicidade
Publicidade

Essa lista está no site portaldasaude.saude.gov.br.

Como essa doença é transmitida?

Essa doença não é transmitida de pessoa para pessoa, mas por um vírus que chega através de mosquitos.

Como posso me prevenir?

As formas de prevenção são por meio da vacina e também por meio do combate aos mosquitos.

As vacinas são gratuitas e estão disponíveis nos postos de saúde. Recomenda-se uma dose tanto para crianças, quanto para adultos, mesmo se você já foi vacinado antigamente. Existem algumas poucas restrições, como por exemplo, gestantes e lactantes. Seja qual for o seu caso, não deixe de consultar um médico, que fará uma avaliação.

Em relação aos mosquitos, você pode tomar medidas básicas de prevenção. Evite contato com eles, proteja sua casa com mosquiteiros, use roupas que protejam seu corpo de picadas, e não deixe acumular água parada.

Publicidade

Procure não entrar em áreas de cerrado e florestas.

Quais são os sintomas da Febre Amarela?

Os #Sintomas começam a aparecer de três a seis dias após a pessoa ser infectada. Inicialmente, ocorre febre, calafrios, dor de cabeça, dor no corpo, fraqueza, fadiga, náuseas e vômitos. Se você apresenta esses sintomas, busque ajuda médica imediatamente.

Cuidar da saúde é primordial. Portanto, fique atento a novas informações sobre a epidemia e sobre as áreas de risco. Compartilhe informações importantes com os da sua localidade. Proteja-se e não coloque em risco seu bem-estar e o de sua família. #Febreamarela