Na madrugada desta terça-feira, 07 de janeiro, um meteoro esverdeado foi avistado em diversas cidades dos Estados Unidos, por volta da 1h30 da manhã - 5h30 no horário de Brasília.

Mais de 350 relatórios de avistamentos de meteoros foram abertos pela Sociedade Americana de Meteoros, em sua grande maioria, com testemunhas nos estados de Illinois e Wisconsin. Alguns habitantes de Nova York, Ohio, Indiana, Iowa, Kentcucky, Minessota e até de Ontário, no Canadá, também afirmam ter visto o brilho esverdeado liberado pela colisão do meteoro com a atmosfera.

A câmera de um carro policial da cidade de Lisle, em Illinois, registrou o momento em que o objeto adentra a atmosfera e atravessa os céus, emitindo uma forte luz verde.

Publicidade
Publicidade

O meteoro vinha a uma velocidade de cerca de 60 mil km/h, e explodiu ao entrar na atmosfera terrestre, desintegrando-se aproximadamente 30 quilômetros acima do Lago Michigan, segundo um especialista da #Nasa.

Em entrevista ao The New York Times, o especialista William Cook afirmou que a explosão liberou energia equivalente a 10 toneladas de TNT. Os habitantes do local disseram ter ouvido a explosão durante a madrugada.

Já o brilho esverdeado provavelmente se deve à composição do objeto; alguns elementos químicos apresentam cor esverdeada quando vaporizados, como por exemplo o magnésio.

Publicidade

Ainda não foram encontrados fragmentos do meteoro, e por isso, não é possível determinar com clareza sua composição.

Para quem pensa que este tipo de evento é raro, assustador, ou alarmante, Michael Hankey, da Sociedade Americana de Meteoros, lembra que objetos desse tipo colidem com nossa atmosfera bastante frequentemente. Porém, não é todo dia que estes eventos ocorrem em áreas de alto índice populacional como as cidades que presenciaram o episódio desta terça-feira.

Mesmo assim, alguns dos vídeos publicados na internet, feitos pelos diversos espectadores do fenômeno, são bastante impressionantes.

Não há notícias de que pessoas que tenham sido feridas e nem de estragos causados pela queda do meteoro.

De onde vêm os meteoros e meteoritos?

Meteoros são rochas espaciais quebradas de asteroides, localizados, em sua maioria no cinturão de asteroides que se localiza entre Marte Júpiter, e podem pesar até 60 toneladas.

Publicidade

Já os meteoritos são partículas menores, resultantes da desintegração dos meteoros quando estes se desfazem antes de atingir a superfície terrestre, ou de quebras de asteroides e cometas que orbitam o Sol e se queimam em contato com nossa atmosfera, criando o efeito visual de estrela cadente, e podem ser, na verdade, bastante pequenos, do tamanho de ervilhas ou grãos de arroz.

Vale lembrar que a velocidade com que os meteoros entram em nossa atmosfera contribui para o efeito impressionante visto nos vídeos acima. #EUA #Ciência