A grande preocupação das mulheres com a sua região íntima, certamente, é o cheiro. Quando a higiene não é praticada de forma correta, alguns problemas mais sérios podem surgir. Convenhamos, cheiro forte na região íntima não é nada bom, é um sinal que a mulher pode não estar bem de #Saúde.

Por isso, é recomendado realizar uma consulta com um ginecologista uma vez por ano. Assim, o especialista irá realizar os exames necessários para saber se o corpo da mulher está bem. Mas, será que todas as mulheres sabem qual é o “cheiro correto" que uma região íntima deve ter?

Não é um cheiro forte e nem ruim. De acordo com ginecologistas, o cheiro da vagina é único, assim como o sistema reprodutivo.

Publicidade
Publicidade

As secreções que são liberadas por essa região são extremamente importantes para manter o canal vaginal livre de agentes infecciosos. O mais importante é que a mulher conheça o odor característico, pois somente assim, quando algo estiver diferente, ela saberá identificar se há uma infecção.

De acordo com a ginecologista Flávia Fairbanks, médica que atua em São Paulo, é fácil identificar o odor normal da região íntima. Veja a seguir:

Cheiro normal da vagina: a ginecologista explica que a região íntima pode não ter cheiro nenhuma, ou também pode ter um leve cheiro ácido. Isso acontece porque as bactérias da vulva e vagina são prioritariamente do tipo lactobacilo, que produz ácido lático. Sendo assim, um leve odor que lembre a candidíase é considerado perfeitamente normal.

Cheiro ruim na vagina: Flávia explica que quando o odor fica um pouco mais forte do que o normal, é bem provável que haja uma infecção na região.

Publicidade

O cheiro é nitidamente mais acentuado em função da mudança da secreção.

A secreção pode ficar mais forte, o que é normal, pois ela é responsável por combater as bactérias. Já o tão temido cheiro de peixe podre é um sinal de vaginose causado pela bactéria Gardnerella vaginalis. Essa bactéria libera um corrimento acinzentado e leitoso.

O mais importante de tudo é sempre procurar um especialista quando a mulher sentir que há algo errado em sua região, pois quando diagnosticada de forma correta, o problema pode ser sanado com rapidez. #Curiosidades #Comportamento