O estado emocional de uma pessoa está totalmente ligado as dores que ela sente em seu corpo. O corpo sempre encontra um meio de nos avisar quando algo não esta bem, seja uma #dor nas costas, uma dorzinha de cabeça ou até mesmo uma no cotovelo.

O lugar onde dói está relacionado ao seu estado #Emocional no momento. Confira:

Dores na coluna cervical

Esta é a dor mais comum que as pessoas sentem no mundo todo. Ela resulta da solidão, da desordem e da sensação de não ser amado ou desejado. Saia mais, seja mais comunicativo com as pessoas que você ama.

Dores na região lombar da coluna

Significa que você está estressado com problemas financeiros.

Publicidade
Publicidade

Não permita que o problema com o dinheiro lhe desacelere, faça algo para consertar as coisas. Faça um orçamento, poupe dinheiro, equilibre as suas contas.

Dor de cabeça

Você provavelmente esta muito sobrecarregado com as tarefas diárias e isto está lhe causando um tremendo estresse. Tire um tempo para você, pratique alguma atividade ao ar livre, relaxe.

Dor no cotovelo

Não tem nada a ver com bater o cotovelo em algo e sentiu aquela dor insuportável. Essa dor pode ser pelo fato de você ser não aceitar muito mudanças recentes que aconteceram na sua vida. Quando você se fixa rigidamente no jeito em que as coisas eram, é bem provável que você sinta as juntas dos braços e dos cotovelos tensas. Você precisa desapegar logo.

Dor no quadril

Significa que você precisa de uma vez por todas levantar o traseiro do sofá e fazer alguma atividade física.

Publicidade

Você está com esse problema porque você tem pavor de se mover. Pare de ser tão cauteloso, as mudanças são inevitáveis e você sabe disso. Levante-se e ande.

Dores no pescoço

Uma sensação horrível de que o pescoço vai se quebrar de tão rígido que fica. Esse problema acontece com pessoas que guardam rancores. Perdoe mais, ame mais, se divirta mais. Este é o jeito para se livrar de vez desse mal.

Dores no ombro

Pessoas muito ansiosas são as que mais têm esse problema, pessoas que acumulam tudo para si, carregando uma carga pesada toda sozinha, ficando com os ombros todo embolado como se estivessem perto das orelhas. Não assuma tudo sozinho, procure relaxar e viver um dia de cada vez.