A saúde dos filhos é uma das coisas mais importantes na vida, os pais sempre estão atentos a qualquer tosse diferente ou comportamento fora do normal dos pequenos.

Mas o cuidado deve ser redobrado se as crianças apresentarem alguns sintomas como coceira, erupção cutânea e dor de garganta, pois são os indícios mais comuns no caso de escarlatina. Levar a #criança ao médico é muito importante e indispensável, porque quando a #Doença não é tratada pode levar à #Morte.

Para que os pais e responsáveis fiquem atentos, é importante conhecer os principais sintomas da doença, são eles: Erupção cutânea, cara corada, dor de garganta, comichão na pele, gânglios inchados, febre alta e dor abdominal.

Publicidade
Publicidade

Os casos de escarlatina vem aumentando desde 2015, mas felizmente a medicina está avançada e atualmente existem alguns remédios que curam e tratam os sintomas rapidamente, basta seguir as orientações medicas corretamente.

O que é escarlatina?

É uma doença contagiosa e infecciosa causada pela bactéria estreptococos que atinge principalmente as crianças, ela geralmente aparece dois dias após a apresentação dos sintomas comuns.

Como tratar?

Quando a criança apresentar indícios, deve ser levada imediatamente ao médico para ser diagnosticada e receber o antibiótico adequado. São aproximadamente dez dias de tratamento.

Como a doença é contagiosa, a criança não deve sair de casa até estar totalmente curada. Deverá evitar o contato com irmãos ou colegas próximos e também separar escova de dente, toalha e talheres.

Publicidade

Devido às crianças sofrerem com as dores de garganta e coceiras, é recomendável um cuidado especial na alimentação dos filhos, como oferecer sopas, evitar bebidas geladas e aumentar o consumo de água dos pequenos. E também corte as unhas das crianças para que elas não se machuquem quando forem coçar suas irritações.

Lembrando que o tratamento é indispensável, pois a doença pode trazer problemas graves em alguns órgãos como o coração e rins, e, dependendo do caso, levando até à morte.

Além do tratamento médico os filhos precisam de amor e carinho.