As #mulheres, mais do que a maioria dos homens, sofrem por diversos problemas referentes as suas regiões íntimas, como: a chegada da menopausa, secura vaginal, incontinência urinária e muitos outros problemas que causam incômodos.

Esses problemas chatinhos, segundo uma médica dermatologista especializada no assunto, podem, de alguma maneira milagrosa, ser curados através de procedimentos estéticos feitos na genitália das mulheres. Uma curiosidade que poucas pessoas sabiam.

Vaginas incomuns, procedimentos incomuns

Um documentário muito interessante sobre o assunto foi publicado recentemente pela BBC, quando diversas histórias de mulheres que fizeram tais procedimentos estéticos em suas regiões intimas foram contadas.

Publicidade
Publicidade

O documentário foi chamado de ‘My Unusual #vagina(Minha vagina incomum).

Uma das participantes do documentário foi a britânica Antonia, que contou que morria de vergonha do tamanho da sua vagina, em especial na hora de ter relações sexuais. Segundo ela, o excesso de pele da sua #região íntima, muitas vezes, fazia ela sentir dores na hora do sexo. Este problema foi logo resolvido depois que ela fez uma cirurgia que custou R$ 11 mil e que transformou sua vida. Agora, sua genitália está perto de uma estética considerada, por ela, ideal.

Segundo Paula Chicralla, dermatologista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, cresceu muito o número de mulheres que buscam atualmente cirurgias de reparação para a sua região íntima. Estatística essa que existe porque, de acordo com sua opinião, essas moças estão envelhecendo muito preocupadas com a sua aparência física.

Publicidade

Devido as mudanças hormonais que passam, estão cada vez mais infelizes sexualmente.

Quais são os tratamentos

Paula contou que existem três tipos de procedimentos que podem ser feitos sem o uso de anestesia e que não requerem cuidados pós-operatórios. São eles os mais populares entre as mulheres:

Laser intravaginal: o laser é inserido dentro do órgão sexual da mulher para estimular a produção de colágeno, para que haja mais elasticidade da pele da região.

Clareamento vaginal: para clarear áreas escuras por causa de depilações. O tratamento também é feito com laser.

Preenchimento dos grandes lábios: Esse procedimento é realizado com uma agulha ou cânula, onde é injetado o ácido hialurônico – que promove rejuvenescimento da pele – nos grandes lábios da vagina para eliminar a flacidez local.

Principais benefícios

Embora sejam procedimentos estéticos, a doutora especialista afirma que eles não servem somente para melhorar o aspecto da genitália feminina. Em mulheres mais velhas, que sofrem de incontinência urinaria, por exemplo, ela garante que tais métodos auxiliam no tratamento de problemas similares, assim também como podem amenizar problemas de secura vaginal ou até mesmo os sintomas da menopausa.

Publicidade

Esses benefícios existem porque em diversos desses procedimentos estéticos, quando a estimulação do colágeno acontece, a pele fica muito mais firme e isso previne o vazamento da urina e ainda aumenta a lubrificação da região. E isso tudo só colabora para que a vida sexual da mulher melhore.