O corpo humano está sempre emitindo sinais de como está sua #Saúde, por exemplo, quando o organismo está saudável, é notável através da pele bonita, brilho dos cabelos e na disposição das pessoas.

No caso de doença, o corpo demonstra sinais diferentes que chamamos de sintomas e estar atento é muito importante para evitar que doenças graves tomem conta do corpo e outros males.

Quando se entende os indícios antecipadamente, é possível tratar e aumentar as chances de curar doenças graves como até mesmo o câncer.

O cisto de ovário é uma #Doença que atinge as mulheres que, na maioria das vezes, estão na fase da menopausa ou na puberdade, geralmente o corpo apresenta alguns sinais que não são observados por elas.

Publicidade
Publicidade

Os sintomas mais comuns podem passar despercebidos, pois são semelhantes aos que as mulheres sentem no período menstrual, como dor no intestino, abdominal inchado, dor durante relações sexuais, dores nas costas e coxas, náuseas, vômitos e sensibilidade nos seios.

Mas existem alguns indícios que devem ser preocupantes se acontecerem com frequência, são eles: febre, desmaio, tontura e dor aguda na pelve. Nesses casos, o medico deverá ser procurado imediatamente.

Existe cura para o cisto no ovário, por isso procurar ajuda médica é muito importante, mas também existem algumas alternativas naturais para tratar o problema e suas dores, confira.

Raiz de maca, uma planta usada em problemas de fertilidade, ajuda manter o equilíbrio hormonal aumentando a produção de progesterona do corpo;

Cimicífuga, uma erva que ajuda na redução da dor menstrual;

Tribulus terrestres, ajuda o sistema reprodutivo e normaliza a ovulação da #Mulher;

Cardo mariano, que é considerada a melhor alternativa natural para combater o cisto no ovário, além de equilibrar os hormônios;

Raiz de dente de leão, ajuda eliminando as toxinas do corpo e acalma os ovários;

Flor de trevo vermelho é outra opção natural considerada ideal, pois equilibra os hormônios, reduz o cisto e faz com que ele desapareça completamente.

Publicidade

Lembrando que são apenas algumas opções naturais para tratar as dores, ao apresentar sintomas, procure orientações medicas imediatamente.